Com Central de Leitos, HGV passa por mudanças

Política
O diretor do Hospital Getúlio Vargas, Carlos Iglézias, esteve reunido, na manhã desta sexta-feira (4), com coordenadores clínicos para definir como será organizado a regulação de pacientes para o HGV. Segundo ele, os leitos do HGV, a partir de agora, são da Central de Regulação do Estado. “O leito passa a ser do hospital e não da clínica, assim como a sala de cirurgia. A enfermagem tem que estar preparada para receber qualquer paciente”, ressalta.

Ele explica que o HGV está passando por mudanças estruturais e de comportamento. ”Estamos passando por um momento histórico no HGV, de mudanças estruturais e de comportamento”, disse Iglézias. A meta é fazer com que a taxa de ocupação em todas as clínicas seja de 85%.

Iglezias explica que todas essas mudanças devem-se à participação do HGV como componente da Rede de Urgência como hospital Retaguarda. O intuito é promover uma regulação e uma gestão de leitos de acordo com as reais necessidades dos pacientes e com o perfil assistencial e a capacidade instalada de cada unidade de saúde do Estado.

Segundo ele, todo paciente transferido para o HGV deve respeitar protocolos estabelecidos pela Central de Regulação do Estado que está sendo implantada.

Compartilhe este post
Macedo Carnes consultoria natura avon Sabores da Terra Citopatologista Dra Josilene Ari Clinica Afonsinho Amarante Finsol Comercial Sousa Neto clinica e laboratorio sao goncalo Cetec Amarante Educandario Menino Jesus Mercadinho Afonsinho Alternância de Banners Pax Uni~ão Amarante Pax Uni~ão Amarante Dr. Josias Pier Restobar Pax Uni~ão Amarante Hospital de Olhos Ideal Web, em Amarante Megalink Amarante Super Carnes Interativa

Deixe um comentário