AMARANTE

Piauí

Wilson cria bolsa para estudantes do Ensino Médio

Avatar

Publicado em

Piauí

Ajuda financeira anual varia de R$ 400 a R$ 600

O governador Wilson Martins assinou decreto criando o projeto de incentivo educacional Bolsa Mais Viver, que vai garantir aos estudantes benefícios financeiros anuais, diferenciados, por cada ano de Ensino Médio concluído. Os valores variam entre R$400 e R$600.
Serão beneficiados todos os estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual de ensino. A Secretaria Estadual da Educação e Cultura (Seduc) ficará responsável pela execução e monitoramento, ficando a Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan) com a coordenação do projeto.
Segundo o decreto do governador, o Bolsa Mais Viver tem como objetivos incentivar os beneficiários a se manterem no sistema educacional, reduzir as taxas de reprovação escolar, aumentar a taxa de conclusão do Ensino Médio, reduzir os índices de vulnerabilidade econômica e social e reduzir o índice de criminalidade entre os jovens.
O benefício financeiro para a modalidade regular, após comprovada a aprovação, será de R$400 no primeiro ano, de R$500 no segundo e de R$600 no terceiro. Na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), o benefício será de R$500, na sexta etapa, e de R$700, na sétima.
O estudante beneficiário que cumprir todos os critérios do projeto, poderá sacar até 40% do valor da bolsa, no 1º e 2º anos da modalidade regular e na sexta etapa da modalidade EJA. O resgate integral, com os rendimentos, só poderá ser retirado mediante comprovação de conclusão do Ensino Médio.
O decreto estabelece que a soma dos benefícios, por estudante, correspondentes a todos os anos do Ensino Médio em que o beneficiário obtiver aprovação fica limitada a R$1,5 mil, atualizada a correção financeira com base no Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC).
Os estudantes atendidos pelo Bolsa Mais Viver deverão participar de atividades oferecidas pelo Estado ou parceiros. Entre elas estão as de aprendizagem complementar, de caráter comunitário, cultural ou esportivo e programas de acompanhamento social, com ênfase nas ações de prevenção da criminalidade.
Leia Também:  Piauí é o 2º estado com maior número de alunos repetentes em todo o Brasil

Fonte: CCom

COMENTE ABAIXO:
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Piauí

TCE-PI lança editais de concurso para provimento de cargos públicos

Avatar

Publicados

em


O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) disponibilizou nesta segunda-feira (17) os editais para o Concurso Público TCE-PI 2021, sendo um edital para as cinco vagas de nível médio e um edital para a vaga de nível superior. Ao todo, são seis vagas, sendo uma, de ampla concorrência, para o cargo de Auditor de Controle Externo – Área específica de Engenharia (nível superior), e cinco para o cargo de Assistente de Administração (sendo 04 vagas para ampla concorrência e 01 vaga para pessoa com deficiência), exigindo nível médio.

A organizadora do concurso é a Fundação Getúlio Vargas (FGV). As inscrições para o certame iniciam já nesta terça-feira (18), a partir das 16h, e seguem até as 16h do dia 21 de junho (neste link: https://conhecimento.fgv.br/concursos/tcepi21). As provas estão previstas para o dia 22 de agosto, no turno da tarde (com possibilidade de adiamento, tendo em vista a situação de pandemia do novo coronavírus). A taxa de inscrição é de R$ 80,00 para o cargo de nível médio e de R$ 160,00 para o cargo de nível superior. Também será assegurada, de acordo com a legislação vigente, a gratuidade da taxa.

Leia Também:  Estudantes da Uespi interditam parte da BR-343

Para o cargo de Assistente de Administração serão cobradas as seguintes disciplinas: como conhecimentos básicos, Língua Portuguesa, Legislação Específica e Matemática Financeira, e como conhecimentos específicos, Noções de Administração Financeira e Orçamentária, Noções de Administração, Noções de Contabilidade, Noções de Direito Administrativo e Noções de Direito Constitucional.

Para o cargo de Auditor de Controle Externo – Área específica de Engenharia, como conhecimentos básicos, a seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Direito Constitucional e Direito Administrativo, Administração Financeira e Orçamentária; como conhecimentos específicos: Auditoria, Controle Externo, Auditoria de Obras Rodoviárias, Auditoria de Obras de Edificações e Auditoria de Obras Hídricas e Saneamento. Para ambos os cargos, além da prova escrita objetiva, também haverá prova escrita discursiva (redação).

O vencimento básico para o cargo de Auditor de Controle Externo é de R$ 11.474,13. Já para o cargo de Assistente de Administração é de R$ 2.699,79. Ambos os cargos contam com outros benefícios, como auxílio alimentação, por exemplo.

Os editais também destacam procedimentos sanitários que serão adotados no dia da realização das provas, em virtude da pandemia da Covid-19. Todos os locais de aplicação apresentarão rotas e marcações no chão, a fim de garantir o distanciamento seguro. As salas de aplicação serão organizadas com redução da capacidade, mantendo-se o distanciamento adequado entre as carteiras, e serão submetidas aos cuidados necessários de higiene e ventilação. Sempre que possível, as portas e janelas serão mantidas abertas. Serão disponibilizados frascos de álcool em gel em todas as salas e pontos de circulação. Também haverá liberação de entrada antecipada e triagem rápida na entrada dos (as) candidatos (as), para reduzir o tempo de espera na identificação. O uso de máscara será obrigatório.

Leia Também:  MPPI acompanha, fiscaliza e contribui com a vacinação contra a Covid-19 em Teresina

Para ter acesso aos editais, seguem os links:

Edital – Assistente de Administração (nível médio).

Edital – Auditor de Controle Externo (nível superior).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA