AMARANTE

POLÍTICA

Procuradoria Eleitoral quer suspensão de propaganda de Dilma

Publicado em

POLÍTICA

A Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) enviou parecer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) requerendo a suspensão de uma das propagandas eleitorais da Coligação com A Força do Povo, da candidata à Presidência Dilma Rousseff (PT), por entender que tem aptidão de criar, artificialmente, estados mentais, emocionais ou passionais no público, o que é proibido pela legislação eleitoral. A inserção em questão critica a proposta da candidata adversária Marina Silva (PSB) de autonomia do Banco Central (BC).

Na propaganda eleitoral transmitida pela televisão nos dias 9, 11 e 12 de setembro, o locutor diz: “Marina tem dito, que se eleita, vai fazer a autonomia do Banco Central(…). Isso significaria entregar aos banqueiros um grande poder de decisão sobre a sua vida e de sua família(…) Ou seja, os bancos assumem um poder que é do Presidente e do Congresso, eleitos pelo povo”.

De acordo com a PGE a publicidade tem aptidão de criar, artificialmente, na opinião pública, estados mentais, emocionais ou passionais, nos termos do artigo 242 do Código Eleitoral. “A cena criada na propaganda impugnada é forte e controvertida, ao promover, de forma dramática, elo entre a proposta de autonomia ao Banco Central e quadro aparente de grande recessão, com graves perdas econômicas para as famílias”, diz o parecer enviado ao TSE.

Leia Também:  Paulo Martins inspeciona obras de ponte sobre o rio Longá

A PGE afirma ainda que que a crítica política é inerente à campanha eleitoral, “seus limites, entretanto, não podem ser ultrapassados, a ponto de criar um cenário ad terrorem ou tendencioso, apto a gerar estados emocionais desapegados de experiência real”.

Direito de resposta
Quanto ao pedido de direito de resposta feito pela por Marina Silva em relação à mesma propaganda, a PGE se manifestou contrária. Segundo a argumentação do órgão, não há conteúdo inverídico na publicidade, sendo apenas uma forma de crítica, comentário ou afirmação genérica, que não deixa margem a direito de resposta.

Fonte:Terra

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

POLÍTICA

Teresa Britto solicita a compra de equipamentos para Hospital Veterinário da UFPI

Publicados

em


A deputada estadual Teresa Britto (PV) apresentou requerimento solicitando da reitoria da Universidade Federal do Piauí (UFPI) a aquisição e modernização dos aparelhos do Hospital Veterinário Universitário (HVU). O documento foi lido na sessão plenária desta quarta-feira (22) na Assembleia Legislativa.

“O Hospital Universitário está precisando de novos equipamentos como autoclave, lupa fotográfica e muitos outros que são essenciais para o atendimento dos animais que são levados até lá”, disse deputada Teresa Britto.

A parlamentar também apresentou requerimento solicitando da Secretaria Estadual del Desenvolvimento Rural (SDR) a perfuração de um poço tubular no assentamento Serra Dourado e nas localidades Bom Sossego e Soinho, zona rural de Teresina.

Os requerimentos apresentados pela deputada estadual serão votados pelo Plenário da Casa, e quando aprovados, encaminhados os órgãos competentes.

Laryssa Saldanha – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  João de Deus convida deputados para debater possível demissão em massa em call center
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA