3:11 pm - segunda-feira novembro 24, 2149

Piauí possui a maior taxa de mortalidade por acidentes de trânsito do Nordeste, aponta Sesapi

Edição e postagem: Denison Duarte, em 30-05-2017 21:34 | Última modificação: 30-05-2017 21:34
Piauí possui a maior taxa de mortalidade por acidentes de trânsito do Nordeste, aponta Sesapi

Foto: G1

Hospital de Olhos

Diferentemente do Nordeste e das demais regiões do Brasil, no Piauí a taxa de mortalidade por acidentes terrestres cresce continuamente, é o que aponta um estudo feito pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi).

O resultado foi divulgado nesta terça-feira (30). A taxa de mortalidade no Brasil é de 21,4 mortes por 100 mil habitantes, no Piauí o número de mortes chega a 35,1. Os dados são referentes ao ano de 2015.

Outros dados estão no resultado do estudo, a exemplo de óbitos, internações e os impactos no serviço hospitalar no estado.

Em 2016, o estado teve gastos com saúde pública em torno de R$ 7, 1 bilhões destinados às despesas com pacientes que foram vítimas de acidentes de trânsito internados em hospitais.

As causas externas, com a inclusão de vítimas de acidentes de trânsito, assumem a segunda posição em internações hospitalares, em evolução crescente de 2010 a 2016.

Somente em 2016, de 23.751 pessoas internadas, 7.125 foram vitimados no trânsito, representando 30% daquele universo, o que gerou aumento de custos significativos para o tratamento de pessoas acidentadas.

Os homens ainda compõem o grupo de maior risco. 80% do total de internações são do sexo masculino. Na faixa etária entre 20 e 29 anos, eles representam 94,4% das vítimas. no Brasil esse índice é de 46,1%.

Taxa de mortalidade no trânsito no Piauí é alta, aponta a Sesapi

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE