AMARANTE

PIAUÍ

Hospital de Campanha Estadual homenageia colaboradores e pacientes com música

Avatar

Publicado em

PIAUÍ

Homenagem a colaboradores e pacientes com música

O Hospital de Campanha Estadual (HCE) prestou homenagem a pacientes e colaboradores, nessa sexta-feira (17), ao som do violinista voluntário Jaime Costa. O momento, de motivação pela luta contra a Covid-19 e de gratidão pela colaboração da equipe multidisciplinar, emocionou a todos os presentes.

O coordenador-geral do Projeto de Pesquisa Desenvolvimento e Inovação (PDI) da UFPI no Hospital de Campanha Estadual, Joel Rodrigues, explicou que a Covid-19 é uma doença que pode trazer graves problemas para a saúde e tem alto índice de contágio. De acordo com o diretor, para tratar as pessoas contaminadas pela doença, os profissionais da linha de frente arriscam sua própria saúde pelo bem do próximo, o que ele considera um gesto de amor que vai muito além da técnica profissional.

“O Hospital de Campanha Estadual tem a maior preocupação com a humanização do tratamento com os nossos colaboradores e pacientes. Nós sentimos o amor, a dedicação e o carinho que os colaboradores têm pelos pacientes. Estamos vivendo um momento extremamente difícil devido à pandemia do coronavírus e estamos buscando dar conforto, carinho e gratidão aos colaboradores, por estarem ajudando a salvar vidas e a devolver pessoas saudáveis para a sociedade”, disse o coordenador.

Leia Também:  Escolas piauienses chegam à final da 12ª Olimpíada de História

Pensando nisso, o Hospital de Campanha Estadual organizou um lanche em kits individuais durante as trocas de turno, que ocorrem às 6h30 e às 18h30. Os alimentos foram doados pela Serv Cozinha, empresa terceirizada para fornecer as refeições dos pacientes do HCE. Além disso, o momento contou com a presença voluntária do violinista Jaime Costa, que atua profissionalmente como técnico em análises clínicas no Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela (IDTNP).

“A música lava a alma e engrandece o espírito. É uma forma de contribuir com quem está precisando. Existem casos em que a música ajuda no estado clínico do paciente. Eu levo a música aos hospitais por ver a alegria dos pacientes e dos companheiros de trabalho. Às vezes estamos atribulados e estressados com o trabalho e a música lava a alma. A minha presença hoje foi uma forma de homenagear os colaboradores e levar força aos pacientes com Covid-19″, afirmou o músico.

Jaime Costa toca há mais de 10 anos e recentemente começou a tocar para pacientes do IDTNP. O músico se voluntariou para tocar para pacientes e colaboradores do HCE, pois acredita que, com a ação, é capaz de levar amor e carinho por meio das notas musicais.

Leia Também:  Piauí assinou oito novas PPPs em 2020, enquanto Brasil teve aumento no cancelamento de contratos
Homenagem a colaboradores e pacientes com música

Governo do Piauí: Cinara Taumaturgo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

PIAUÍ

Piauí dá início à vacinação das Pessoas com Deficiência Permanentes

Avatar

Publicados

em


Neste sábado (0) o Piauí deu início à vacinação contra a covid-19 das Pessoas com Deficiência permanentes. Na capital, no posto de drive thru do Teresina Shopping, a deputada federal Rejane Dias e o superintendente de Atenção Primária a Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães, acompanharam presencialmente a vacinação.

No Piauí, o público alvo foi ampliado. Neste sábado podem receber a vacina pessoas com deficiência permanente (58 e 59 anos), pessoas com transtorno do espectro do autismo (a partir de 18 anos), pessoas com Síndrome de Down (a partir de 18 anos) e pessoas com paralisia cerebral (a partir dos 18 anos).

“É uma importante conquista. O Ministério da Saúde reconheceu a necessidade da inclusão de pessoas com Síndrome de Down, autismo e paralisia cerebral por conta da sua vulnerabilidade. É um momento de alegria, estou presenciando a felicidade dos pais de verem os seus filhos recebendo a vacina e realmente é algo que nos emociona. Grande dia”, disse a deputada Rejane Dias.

Hérlon Guimarães explica que o Estado não seguiu o critério das pessoas que possuem o Cadastro de Prestação Continuada, estabelecido no Plano Nacional de Imunização. “Nós fizemos um instrutivo para que os 224 municípios do Piauí incluíssem no critério de prioridade as pessoas com autismo, Síndrome de Down e paralisia cerebral. Nós saímos na frente para que o maior número de pessoas com deficiência sejam imunizadas, portanto, é um dia importante para o nosso Estado”, afirmou o superintendente.

Leia Também:  Semar reúne comerciantes do Zoobotânico para apresentar melhorias

Para Maria do Socorro, mãe da Patrícia Oliveira, que possui Síndrome de Down, hoje é um dia de comemoração. “As pessoas com Síndrome de Down têm facilidade em contrair doenças pulmonares, então ficamos muito preocupados. Ela não sai de casa e não frequenta aulas presenciais, o que causa o seu estresse. Estávamos muito ansiosos pela vacina e finalmente esse dia chegou. É um alívio, vamos comemorar muito, mas continuaremos mantendo as medidas necessárias até o fim da pandemia”, pontuou.

Além das PCDs, as pessoas com comorbidades (18 a 59 anos), e gestantes e puérperas com comorbidades (a partir dos 18 anos) também se vacinam hoje. A vacina utilizada é a Covishield, do laboratório Astrazeneca, produzida em parceria com a Universidade de Oxford e a Fiocruz.

Vacinação de pessoas com deficiência
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:



Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA