AMARANTE

Política

Com recuperação de 3 pontos, Dilma luta contra o favoritismo de Marina para o segundo turno

Publicado em

Política

A presidente Dilma Rousseff (PT) recuperou três pontos em uma semana e chegou a 37% das intenções de voto. Ao mesmo tempo, Marina Silva (PSB) cresceu quatro pontos e foi a 33%. As duas estão empatadas tecnicamente, no limite da margem de erro: Dilma teria no mínimo 35%, que é o máximo a que Marina poderia chegar. Na simulação de segundo turno, Marina lidera com sete pontos de vantagem: tem 46% contra 39%. Antes, estava 45% a 36%.
É o que mostra pesquisa Ibope feita para o Estado e para a Rede Globo. As entrevistas foram feitas entre domingo e terça-feira.
Aécio Neves (PSDB) caiu quatro pontos em uma semana, de 19% para 15%. O Pastor Everaldo (PSC) continua com 1%. Nenhum outro candidato atingiu 1%, mas os nanicos somados chegam a 2%. Os votos brancos e nulos continuam em 7%, e os indecisos caíram de 8% para 5%.
Avaliação. A recuperação de Dilma se explica por mais uma pequena melhora na avaliação de seu governo. A taxa de ótimo e bom passou de 34% para 36% em uma semana, segundo o Ibope. Os que consideram a administração ruim ou péssima oscilaram de 27% para 26%, e os que a veem como regular passaram de 36% para 37%.
Se for considerada a pesquisa de julho do Ibope, feita antes do início do horário eleitoral na TV e no rádio, a aprovação ao governo subiu cinco pontos porcentuais, de 31% para 36%. Enquanto isso, a taxa de ruim e péssimo caiu sete pontos, de 33% para 26%. Tudo isso provavelmente por efeito da propaganda da petista, que ocupa quase metade do horário eleitoral.
viaDilma recupera 3 pontos, mas Marina mantém favoritismo no segundo turno – Política – Estadão.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Eleitores de Dilma fazem 'Churrascão da Gente Desinformada'

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Política

Deputado Átila Lira é agraciado com a medalha do Mérito ABMES da Educação Superior

A honraria foi entregue na realização do Seminário ABMES | O futuro da educação superior em debate: os próximos 40 anos

Publicados

em

átila lira medalha mérito abmes

Para celebrar os 40 anos da fundação da ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior), foi realizado na manhã de 9 de agosto de 2022, seminário híbrido especial com o tema “O futuro da educação superior em debate – os próximos 40 anos”. Com a mediação de Celso Niskier, os convidados debateram sobre os desafios e as perspectivas para o setor educacional, considerando o cenário econômico e político do país. Na ocasião, o presidente da Câmara de Educação Superior do CNE, José Joaquim Neto, falou sobre o futuro e as tendências da regulação do ensino superior brasileiro.

Em seguida, o Deputado Federal Átila Lira (PP) fez uma análise do cenário político brasileiro, considerando que este é um ano eleitoral e trazendo perspectivas em relação a políticas públicas para o setor.

“Nosso desafio será trabalhar a escola moderna e saber como esses jovens terão acessos a essa modernização. Nosso país é rico, porém, pobre na divisão, então, precisamos pensar como os não escolarizados irão ter acesso a tecnologia”, debate o deputado.

Leia Também:  Família quer Moro distante da política: "Já deu sua contribuição", afirma esposa

Por fim, Rosa Maria D’Amato De Déa, reitora da Unigran Educacional, levou a visão das instituições de educação superior para o debate, apontando os desafios e os anseios do dia a dia das IES.

A programação contou ainda com a solenidade de outorga do Mérito ABMES da Educação Superior, ocasião na qual o grão-mestre da Ordem do Mérito ABMES de Educação Superior, Celso Niskier, condecorou os três palestrantes do evento: Joaquim Neto, Átila Lira e Rosa Maria D’Amato De Déa.

“Gratidão por esse reconhecimento! Trabalhar pela educação foi uma missão que assumi com muita determinação, pois acredito no seu poder transformador.”, agradeceu o deputado Átila Lira.

Estiveram presentes prestigiando o deputado seu filho Átila Filho e sua esposa Sra. Graça Melo Lira.

Fotos: Ascom

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA