AMARANTE

preso preventivamente

Suspeito de matar mulher com um tiro na cabeça é preso em Teresina

Publicado em

Teresina

Foto: Lívia Ferreira/g1 PI

C. M. S. G. – de 23 anos, apontado como suspeito de matar a jovem Kelly Rayane dos Santos Nascimento – de 28 anos, foi preso preventivamente na tarde desta terça-feira (22) no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), em Teresina.

Segundo informações, ele possuía um relacionamento amoroso com a vítima e chegou ao DHPP acompanhado de um advogado.

A vítima foi assassinada com um tiro na cabeça durante a madrugada desse domingo (20), no bairro Nova Brasília, zona Norte de Teresina. Kelly Rayane foi socorrida e levada para o Hospital do Buenos Aires, mas morreu quando chegou à unidade de saúde.

Os dois filhos de Kelly, um de 04 anos e um bebê de 11 meses, estavam em casa quando ela foi vítima de feminicídio. A informação é da delegada Nayana Paz, do Núcleo de Feminicídio do DHPP.

A delegada disse ao g1 que familiares da vítima relataram que ela sofria ameaças, mas que não chegou a denunciar o homem.

Leia Também:  Morre em Teresina o jornalista Paes Landim, assessor da Fetag

“Ele respondeu apenas à qualificação do interrogatório, mas não revelou nada sobre a dinâmica do crime. Seguimos colhendo mais elementos para robustecer a acusação, mais oitivas”, afirmou a delegada.

O suspeito do feminicídio possui passagens pela polícia por roubo. Ele foi transferido para o Instituto de Medicina Legal (IML) para o exame de corpo de delito.

No Piauí, denúncias podem ser feitas no aplicativo Salve Maria, disponível gratuitamente na loja de aplicativos Play Store e App Store. O telefone da Polícia Militar, o 190, e o número 180, da Central de Atendimento à Mulher do Governo Federal, também podem ser usados para denunciar.

Foto: reprodução

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Teresina

Ministério Público e Kalor Produções arrecadam mais de meia tonelada de alimentos para abrigo de idosos Manaim

Publicados

em

A 28ª Promotoria de Justiça de Teresina conseguiu a doação de 630 quilos de alimentos para o Abrigo de Idosos Manaim. Os mantimentos foram doados pela Kalor Produções. Os alimentos são oriundos de doações obtidas pela empresa no âmbito do Programa Meia Solidária.

A empresa assumiu, ainda, o compromisso de doar os alimentos arrecadados com o evento Micarina para abrigos de idosos e instituições de assistência a pessoas com deficiência indicadas pelo Ministério Público.

As tratativas com a empresa foram intermediadas pela promotora de Justiça Marlúcia Evaristo, titular da 28ª Promotoria de Justiça de Teresina. O órgão é responsável por atuar na defesa da pessoa idosa.

Fonte: Ministério Público do PI

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bombeiros encontram corpo de professora que desapareceu após carro ser arrastado em Teresina
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA