AMARANTE

Piauí

SeadPrev promove Arraial Solidário no Centro Administrativo

Publicado em

Piauí

Com o objetivo de proporcionar um momento de confraternização e solidariedade entre os servidores do Governo do Estado do Piauí, a Secretaria de Administração e Previdência (SeadPrev) promove, na sexta-feira (01), o Arraial Solidário da SeadPrev. O evento contará com a parceria do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi), que trará o ônibus de doação de sangue para que os servidores possam realizar a sua doação.

“Queremos celebrar a cultura e a ocasião das festas juninas com os nossos servidores, estimulando ainda a solidariedade e a responsabilidade social. Junho é o mês nacional do doador de sangue e para nos integramos à esta belíssima causa, contamos com a colaboração do Hemopi”, ressalta a Secretária de Administração e Previdência, Ariane Benigno.

O Arraial da SeadPrev trará ainda servidores vendendo comidas típicas em barracas e, em parceria com a Secretaria de Cultura, apresentações da quadrilha Luar do São João e de banda local. “Além de estimular o voluntariado e as relações interpessoais, vamos apoiar os servidores que são empreendedores e valorizar a cultura local”, finaliza a secretária.

A parceria com o Hemopi veio para enriquecer a ação. “As parcerias com instituições públicas e privadas são muito importantes para manter o estoque e incentivar as pessoas a doarem de forma constante e consciente”, diz Jurandir Martins, diretor de Hemopi.

Leia Também:  Carro pega fogo ao colidir em poste na ponte da Primavera, em THE

A servidora pública Sandra Feitosa se mostra ansiosa para o evento. “Nós adoramos as festas juninas e poder aliar esse momento à solidariedade é muito importante para os servidores. Nós acompanhamos diariamente a necessidade do Hemopi por bolsas de sangue e poder contribuir de alguma forma é muito gratificante”, afirma.

– Confira os critérios para doar sangue:

Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável legal);

Pesar no mínimo 50 kg;

Estar alimentado. Não ingerir alimentos gordurosos antes da doação;

Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;

Apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

MPPI obtém decisão favorável para que Estado do Piauí resolva problema de superlotação em penitenciária de Floriano

Publicados

em

Foto: o Promotor de Justiça Danilo Henriques (no centro) inspecionou a Penitenciária Vereda Grande

A 4ª Promotoria de Justiça de Floriano obteve decisão liminar favorável em ação civil pública (ACP) ajuizada com o objetivo de viabilizar o remanejamento de presos da Penitenciária “Gonçalo de Castro Lima” (Vereda Grande).

A ação foi proposta pelo Promotor de Justiça Danilo Carlos Ramos Henriques, que havia realizado inspeção na unidade prisional, em maio deste ano. O representante do Ministério Público constatou que 291 detentos estavam sob custódia no local, sendo que a capacidade é para apenas 200. Em junho, o diretor da penitenciária informou que o total de presos chegou a 305.

O Promotor de Justiça ressalta que a situação configura violação dos princípios da dignidade da pessoa humana, da legalidade, da razoabilidade e da humanidade. “A superlotação da unidade prisional acarreta riscos à segurança, tanto a dos detentos como a dos servidores. Além disso, a inércia estatal no cumprimento das obrigações relativas aos direitos dos detentos enseja a tutela jurisdicional, já que as condições da penitenciária se mostram insustentáveis”, destacou Danilo Henriques.

Leia Também:  Prefeitura de Regeneração realiza licitação para recarga de cartuchos; valor estimado R$ 57 mil

Para que o remanejamento não cause desestabilização da administração penitenciária, o MPPI requereu que ele seja realizado de forma gradual, em quatro etapas. O plano proposto pela Promotoria de Justiça foi integralmente acolhido pelo Poder Judiciário. Na última sexta-feira, 01, o Juiz de Direito Carlos Marcello Sales Campos proferiu a decisão favorável, determinando que o Estado do Piauí execute as providências necessárias.

A cada quinze dias, devem ser realocados 25 detentos, até que a quantidade de pessoas sob custódia fique adequada à capacidade da penitenciária, ou seja, de no máximo 200 internos.

Fonte: Ministério Público do PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA