AMARANTE

ENTRETENIMENTO

William Bonner faz testes ao vivo para a nova versão do Jornal Nacional

Publicado em

ENTRETENIMENTO

novo jornal nacional william bonner

O editor chefe do Jornal Nacional, William Bonner, e sua equipe de trabalho já iniciaram os primeiros ajustes para o novo Jornal Nacional, que deve entrar no ar em junho.
O telejornal vem acompanhado de uma linguagem mais informal, apesar de algumas mudanças já serem sentidas pelos telespectadores.
Segundo informações do Observatório da Televisão, as novidades vão ser mais perceptíveis. Esta semana, o âncora William Bonner usou termos coloquiais nas conversas com os colegas.
“Depois de mais 1h de Jornal Nacional, finalmente uma notícia boa, só que não”, disse Bonner, disparando na última sexta-feira sobre o escândalo envolvendo o governo Temer.
“Antes de terminar, tenho duas informações: a primeira é que você pode rever as reportagens no Globo Play. A segunda é que você terá mais informações no Jornal da Globo”, disse o âncora com um tom mais pessoal, antes de finalizar o telejornal.
Mudanças graduais devem ocorrer nas próximas semanas, e serão percebidas pelo público. Tudo está sendo providenciado para evitar mudanças bruscas para o telespectador.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Antigo Hospital Matarazzo reabre com exposição em SP
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ENTRETENIMENTO

Plataformas de streaming audiovisual e setor de jogos dominam o entretenimento

Publicados

em

Ano após ano, a indústria do entretenimento online tem surpreendido o mercado com novidades tecnológicas surpreendentes e crescendo em uma velocidade impressionante. No cenário brasileiro, dentre os concorridos setores do entretenimento online, as plataformas de streaming audiovisual e de jogos tomaram conta do mercado nacional.

Não por acaso, ambos são o combustível da indústria do entretenimento online brasileiro, movimentando dezenas de bilhões de reais anuais e abrindo novos caminhos para o país se desenvolver tecnologicamente.

Streaming audiovisual é um fenômeno de audiência no Brasil

Um dos principais consumidores de entretenimento no mundo, os brasileiros nunca estiveram tão engajados com as plataformas de streaming como estão no contexto atual. Segundo a Kantar IBOPE Media, líder global em inteligência de mídia, 99% dos internautas do país assistiram a vídeos online em plataforma de streaming no ano passado, um recorde para o setor nacional.

No consumo de plataformas de gratuitas em 2020, o Brasil também se destacou. O levantamento da Kantar Ibope Media apontou que 80% dos brasileiros com acesso à internet consumiram conteúdo em canais gratuitos de streaming, 15% a mais que a média global.

No mercado de streaming pago, três serviços se destacam a nível de assinantes no país: Globoplay, Prime Vídeo e Netflix. Juntas, as três plataformas de streaming faturaram R$ 14 bilhões em 2020. Para efeito de comparação as cinco principais emissoras brasileiras de TV aberta (Globo, Record, SBT, Band e RedeTV!) combinaram, juntas, para um faturamento de R$ 13,8 bilhões no mesmo período.

Quando o assunto são número de assinantes o Globoplay é líder com 20 milhões de assinaturas ativas, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas. A Netflix, por sua vez, liderou o mercado nos últimos e agora é a 2ª colocada — tem 17 milhões de assinantes no país.

Plataformas de streaming audiovisual e setor de jogos dominam o entretenimento

Photo by Pixabay >>> Pixabay license

Ambas as empresas são líderes por diversos fatores de mercado, com cada uma oferecendo ótimas opções de entretenimento. Enquanto a Globoplay se destaca por ter um acervo com vasta opções de produções nacionais da TV Globo, como novelas e seriados, a Netflix oferece um catálogo rico de produções originais e entrega ao cliente um servidor com a melhor qualidade de imagem.

Setor de jogos em alta no país

Leia Também:  Banda Mississipi no Clube do Vaqueiro, em Amarante

Desde a década de 1990, com o boom dos games no mundo, o Brasil é um mercado atrativo para as empresas do segmento. Porém, com a expansão dos recursos tecnológicos e consequente popularização da internet, o país elevou ainda mais a sua significância para a indústria de jogos — em diversas frentes.

Além disso, é inegável que a qualidade e praticidade dos serviços oferecidos pelas principais plataformas de jogos que atuam no país contribuem para o sucesso da indústria de games como um todo. Muitas delas têm as suas próprias tecnologias e são otimizadas para operar em tempo real com milhares jogadores nos servidores simultaneamente.

Se na área do streaming audiovisual destacamos que a Netflix impressiona pela alta qualidade de seu servidor, no setor de jogos online podemos tomar como exemplo o PokerStars Casino, que tem como um de seus principais carros-chefe na plataforma o “Free Spin”, uma variante de jogos de slots que funciona dentro de um sistema de operação instantâneo e eficaz.

Também vale destacar a importância entrada dos jogos em nuvem no mercado online, como a exemplo do Xbox Cloud Gaming, da Microsoft. Novo método de jogar videogames utilizando servidores remotos em centros de dados, nessa plataforma os jogadores não precisam de comprar consoles e computadores de alto custo financeiro para rodar os jogos.

Em vez disso, os serviços de streaming exigem uma conexão rápida e confiável com a Internet para enviar informações de jogos a um aplicativo ou navegador instalado no dispositivo destinatário. O game é renderizado e jogado no servidor remoto, com o usuário jogando em tempo real no seu dispositivo local, seja ele smartphone, laptop, PC e outros mais.

O fato é que a praticidade da indústria de jogos tem contribuído para o alto número de jogadores no país. De acordo com uma recente pesquisa organizada pela Brasil Game Show (BGS), em parceria com o instituto de pesquisa Datafolha, o Brasil conta com mais de 67 milhões de gamers na cena contemporânea.

Se levarmos em consideração que o país tem 212 milhões de habitantes (dados fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de gamers em solo brasileiro representa 31% da população.

Indústria de jogos no Brasil deverá bater recorde de valor arrecadado em 2021

Photo by Pixabay >>> Pixabay license

Com um número de jogadores tão expressivo na cena gamer e 152 milhões de brasileiros com acesso à internet, o mercado nacional de jogos online vem batendo recordes anuais de faturamento e se destacando como o maior da América Latina nos últimos anos.

A empresa de consultoria Newzoo, que hoje é considerada e fonte mais confiável do mundo para análise do setor de jogos, apontou no início deste ano que o mercado nacional de games deverá atingir as inéditas cifras de R$ 12,3 bilhões de reais até o fim de 2021 — 5,5% a mais que no ano passado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA