Maranhão tem a menor expectativa de vida do Brasil, diz IBGE

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook

BRASÍLIA – Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quinta (26) revelam que o Maranhão tem a menor expectativa de vida entre todos os estados do Brasil. Os números são provenientes do estudo Tábuas Completas de Mortalidade, que fazem uma projeção oficial da população do Brasil para o período 2010-2060. O Maranhão também possui uma das piores taxas de mortalidade infantil do país.

Um indicador que reflete o nível da mortalidade da população é a expectativa de vida ao nascer. No Brasil, para ambos os sexos, a maior expectativa de vida pertenceu a Santa Catarina e chega a 79 anos. Logo em seguida, Espírito Santo, São Paulo, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Minas Gerais com valores iguais ou acima de 78,0 anos.

No outro extremo, ocupando a última colocação, está o Maranhão, que tem a menor expectativa de vida. No estado a expectativa de vida ao nascer de ambos os sexos é de pouco mais de 70 anos. Uma criança nascida no Maranhão sujeita a lei de mortalidade observada em 2019, esperaria viver em média, aproximadamente 9 anos a menos que uma criança nascida em Santa Catarina.

Em se tratando apenas de homens, a expectativa de vida é de cerca de 68 anos. OU seja, um homem maranhense vive 11 anos a menos do que um catarinense.

A taxa de mortalidade infantil no Maranhão, que considera óbitos das crianças menores de 1 ano, chega a 18,6 óbitos de crianças menores de 1 ano para cada 1.000 nascidos vivos. O estado só não tem índice pior que os estados de Rondônia e Amapá.

menor expectativa de vida
Menor expectativa de vida no Brasil

Com informações do Imirante

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist