AMARANTE

temporal

No Sul do Piauí, chuvas deixam estradas alagadas e dificultam acesso de moradores à zona rural

Publicado em

Santa Filomena

Moradores de Santa Filomena têm passado por transtornos com a ocorrência de temporais na região. As estradas estão danificadas, tornando mais difícil o acesso a várias comunidades rurais do município.

As estradas que ligam a cidade às comunidades Aldeinha, Várzea Grande e Serra da Fortaleza estão alagadas. A administração municipal está construindo desvios para que as comunidades não fiquem isoladas.

A BR-235 está danificada, especialmente em um trecho de 40 quilômetros entre Santa Filomena e a comunidade Matas. A rodovia possui muitos buracos, dificultando a passagem de veículos.

De acordo com informações do prefeito Carlos Braga (Progressistas), as chuvas causaram problemas também na cidade, onde, pelo menos, cinco famílias foram afetadas pelos alagamentos.

“Na zona urbana, vemos a destruição de alguns imóveis. Já temos cinco famílias, quatro desabrigadas e uma desalojada. Estamos aqui, inclusive, organizando uma comissão para tentar construir esses imóveis para que essas famílias não tenham que ir para prédios públicos do nosso município”, relatou ao g1.

O gestor afirmou que o período chuvoso iniciou mais cedo na região, ainda em outubro do ano passado. “Agora, o Rio Parnaíba tem sinalizado que saiu do seu leito natural e começou a avançar em suas planícies ribeirinhas, de forma que já começou a avançar e a destruir algumas construções vizinhas ao rio”, contou o prefeito.

Leia Também:  Homem ameaça e obriga enfermeiras a aplicarem dose da vacina contra a Covid-19 no Piauí

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Santa Filomena

Criança morre ao ser arremessada ao chão pelo próprio pai no Sul do Piauí

Publicados

em

Por

criança arremessada ao chão santa filomena

Uma criança de 1 ano e seis meses morreu nesse domingo (17) no município de Santa Filomena, no Sul do Piauí, após ter sido arremessada ao chão pelo próprio pai, Joaquim Veleda Neto – de 20 anos. A informação é da Polícia Militar.

A esposa de Joaquim Veleda explicou em depoimento como tudo aconteceu. “Ela contou que ele tinha consumido bebida alcoólica, mas não estava embriagado. Chegou alterado, empurrando a porta da casa, pegou o filho que estava dormindo, saiu e arremessou a criança ao solo na frente da residência”, informou ao G1 o delegado Leandro Damasceno.

A família levou a criança para o hospital, mas ela não resistiu aos ferimentos em razão do traumatismo.

“Conversei com a médica que fez o atendimento e ela disse que constatou traumatismo cranioencefálico. Estou em Santa Filomena colhendo informações sobre o caso e depois vou ouvir o suspeito, que está preso em Corrente”, explicou o delegado Leandro Damasceno.

Segundo ele, a mulher relatou que o esposo sempre foi bastante violento durante o período de convivência do casal. Ela informou ainda que era costume dele agredir, tanto a ela quanto a criança.

Leia Também:  Jovem de 22 anos é achado enterrado com mãos e pés amarrados no Litoral do Piauí

Joaquim Veleda foi autuado em flagrante de delito e foi encaminhado à Delegacia Regional de Polícia Civil de Corrente, de onde deve ser levado para a Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Nuñez, em Bom Jesus.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA