AMARANTE

Geral

Morre no Rio a atriz Marilu Bueno, aos 82 anos

Publicado em

Geral

Morreu hoje (22), aos 82 anos de idade, no Hospital Municipal Miguel Couto, no Rio de Janeiro, a atriz e produtora Marilu Bueno, após complicações no pós-operatório de uma cirurgia no abdômen. Em nota, a direção do hospital informou que a atriz morreu a tarde. Ela estava internada na unidade desde o final de maio.

Nascida Maria Luiza David Bueno de Lima, em 27 de fevereiro de 1940, no Rio de Janeiro, a atriz não quis se casar e nem ter filhos. Vivia sozinha em seu apartamento em Copacabana, zona sul do Rio.

A artista atuou em várias novelas de sucesso ao longo de sua carreira. Marilu atuava desde os anos 1960 com uma vasta lista de personagens marcantes em sua carreira, sobretudo na televisão e teatro. Ficou conhecida por atuar em vários papéis marcantes na Rede Globo. Entre eles, como a personagem Margot, em O Bofe; Mariinha, em Estúpido Cupido; Gilda Duran, em Sem Lenço, Sem Documento, em 1977, quando se afastou dos melodramas por seis anos, realizando apenas participações em programas humorísticos.

Leia Também:  Enel SP realiza ação para negociação e parcelamento de dívidas

Em 1983, regressa às tramas da Rede Globo em Guerra dos Sexos, de Silvio de Abreu, onde teve o privilégio de atuar nas duas versões da novela como a governanta Olívia.

Em 1985, interpreta um de seus personagens mais lembrados pelo público brasileiro, a cômica Tetê, em A Gata Comeu, um grande sucesso no qual Marilu ganhou o carinho dos telespectadores ao lado de Cláudio Corrêa e Castro, seu par romântico na trama.

Um ano depois, transferiu-se para a Rede Manchete, onde trabalhou em algumas produções, regressando à Rede Globo dois anos depois.

Em 2006, foi para a Rede Record, onde atuou nas novelas Bicho do Mato e em Chamas da Vida.

Depois de três anos fora da televisão, retornou à Rede Globo, onde participou do remake de Guerra dos Sexos, interpretando Olivia Kraus.

Em 2016, esteve em Êta Mundo Bom! Quaro anos depois, voltou à TV e atuou em Salve-se Quem Puder.

O horário do velório e o local do enterro da atriz ainda não foram divulgados.

Leia Também:  Serviços de saúde e compras na internet crescem na pandemia

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira

Publicados

em

Brasília será a primeira capital do país a ter a rede 5G em funcionamento na telefonia móvel. Segundo o conselheiro e vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Moisés Moreira, o sinal será liberado em Brasília nesta quarta-feira (6).

Em participação no evento Teletime Inc, em São Paulo, o grupo técnico da Anatel encarregado de avaliar a desocupação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz) aprovou a ativação do sinal 5G na capital federal no fim da tarde de hoje (4). Segundo Moreira, as próximas capitais a terem a tecnologia liberada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo, sem data prevista por enquanto.

Moreira preside o grupo da Anatel responsável pela liberação das frequências 3,5 GHz, por onde transitará o sinal da telefonia 5G. Atualmente, essa faixa ainda está ocupada por empresas de antena parabólica que operam com a tecnologia Banda C e estão atrasadas com a migração para outra frequência, chamada de Banda Ku.

Originalmente, o edital do leilão do 5G, realizado em novembro do ano passado, previa que todas as capitais deveriam ser atendidas pela telefonia 5G até 31 de julho. No entanto, problemas com a escassez de chips e com atrasos na produção e na importação de equipamentos eletrônicos relacionados à pandemia de covid-19 provocaram atrasos no cronograma.

Leia Também:  PF prende suspeito de participação em assalto a bancos em Araçatuba

O prazo para o funcionamento do 5G em todas as capitais passou para 29 de setembro. Segundo Moreira, o lançamento da rede 5G em Brasília servirá como teste, com a Anatel e as operadoras instalando filtros anti-interferência. Também está prevista a distribuição de decodificadores da Banda Ku à população de baixa renda que usa antenas parabólicas antigas que operam na Banda C.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA