AMARANTE

Geral

Governo do Rio comanda mutirão para resgate de animais em Petrópolis

Publicado em

Geral


Ao menos 50 animais foram resgatados na cidade de Petrópolis, após as fortes chuvas que atingiram o município desde o último dia 15. A operação foi conduzida pela Secretaria Estadual de Agricultura, responsável pelas políticas públicas de proteção e bem-estar animal, em conjunto com o Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD).

Os animais resgatados estão sendo levados para clínicas veterinárias parceiras e, em seguida, para lares temporários, para serem redirecionados, posteriormente, para organizações não governamentais (ONGs) voluntárias que se encarregarão de colocá-los para adoção.

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, destacou que os animais também merecem atenção e carinho neste momento. “Estão assustados e longe de quem mais confiam. As equipes acolhem, cuidam, alimentam. É um trabalho muito importante”, comentou Castro.

Mutirão do bem

O secretário de Estado de Agricultura, Marcelo Queiroz, afirmou que o trabalho de resgate não vai parar. Ele destacou que o órgão também está encarregado de arrecadar ração e água para os animais. Segundo ele, mais de uma tonelada de ração já foi arrecadada até agora. 

Leia Também:  Após obras emergenciais, rodízio de veículos é retomado em São Paulo

A coordenadora de campo, médica veterinária e bombeira civil, Carla Sássi, do GRAD, destacou que o cenário é bem semelhante ao da tragédia de 2011, na região serrana.

“A situação realmente é um cenário de guerra, bem semelhante à que encontramos em 2011. Nosso trabalho é resgatar esses animais atingidos e, principalmente, dar assistência às famílias, para que esses animais não sejam mais uma preocupação nesse momento tão difícil”, afirmou Carla.

Pontos de arrecadação

Em parceria com a ONG Rio Eco Pets, vários pontos de doação foram espalhados pelo Rio de Janeiro, além do ponto central do governo do estado em Petrópolis. Toda doação será destinada para a ONG Dogs Haven que fica localizada em Petrópolis e faz a distribuição local.

Os pontos fixos de coleta na capital são: o Shopping Boulevard: Clubinho do Jujuba, 2° piso; Botafogo Praia Shopping: 1º e 5º pisos; Rio Design Barra: Concierge; Rio Design Leblon: Concierge; Shopping Nova América: Acesso C – em frente à Camicado; e Shopping Nova Iguaçu: próximo ao guichê de estacionamento, 1º piso.

Leia Também:  Em SP, Vila Itororó recebe primeira edição do projeto Saudosa Maloca

Em Petrópolis, as doações podem ser encaminhadas ao Colégio Estadual Princesa Isabel, situado à Rua General Rondon, s/n – bairro Quitandinha.

Banho e tosa

O secretário Marcelo Queiroz disse que estabeleceu uma parceria com a Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) para que um caminhão fique à disposição dos moradores para a realização de banho e tosa nos animais atingidos pelas fortes chuvas e também nos animais que tenham sido resgatados ou abandonados.

Segundo o secretário, essa iniciativa é muito importante porque os animais resgatados estão muito sujos. Além disso, a proximidade – com o caminhão na cidade – dá agilidade ao processo e permite o resgate de mais animais. 

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira

Publicados

em

Brasília será a primeira capital do país a ter a rede 5G em funcionamento na telefonia móvel. Segundo o conselheiro e vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Moisés Moreira, o sinal será liberado em Brasília nesta quarta-feira (6).

Em participação no evento Teletime Inc, em São Paulo, o grupo técnico da Anatel encarregado de avaliar a desocupação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz) aprovou a ativação do sinal 5G na capital federal no fim da tarde de hoje (4). Segundo Moreira, as próximas capitais a terem a tecnologia liberada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo, sem data prevista por enquanto.

Moreira preside o grupo da Anatel responsável pela liberação das frequências 3,5 GHz, por onde transitará o sinal da telefonia 5G. Atualmente, essa faixa ainda está ocupada por empresas de antena parabólica que operam com a tecnologia Banda C e estão atrasadas com a migração para outra frequência, chamada de Banda Ku.

Originalmente, o edital do leilão do 5G, realizado em novembro do ano passado, previa que todas as capitais deveriam ser atendidas pela telefonia 5G até 31 de julho. No entanto, problemas com a escassez de chips e com atrasos na produção e na importação de equipamentos eletrônicos relacionados à pandemia de covid-19 provocaram atrasos no cronograma.

Leia Também:  Em SP, Vila Itororó recebe primeira edição do projeto Saudosa Maloca

O prazo para o funcionamento do 5G em todas as capitais passou para 29 de setembro. Segundo Moreira, o lançamento da rede 5G em Brasília servirá como teste, com a Anatel e as operadoras instalando filtros anti-interferência. Também está prevista a distribuição de decodificadores da Banda Ku à população de baixa renda que usa antenas parabólicas antigas que operam na Banda C.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA