Esperança para crianças de acidente de avião colombiano após descoberta de pegadas

Esperança para crianças de acidente de avião colombiano após descoberta de pegadas

Internacional

As buscas pelas quatro crianças indígenas continuam, pois são encontradas pegadas e frutas com aparentes marcas de mordidas.

As autoridades colombianas encontraram o que acreditam ser vestígios de quatro crianças indígenas que desapareceram após um acidente de avião na selva, renovando a esperança de que ainda possam estar vivas.

As equipes de busca descobriram o que acreditam ser uma pegada do tamanho de uma criança na lama na segunda-feira, bem como pedaços de frutas com o que parecem ser pequenas marcas de mordidas. As crianças estão desaparecidas desde 1º de maio.

Um vídeo divulgado pelos militares colombianos mostra os pesquisadores reproduzindo uma gravação de voz dos pais das crianças na tentativa de localizá-los. Outro vídeo mostra soldados caminhando pela selva chamando pelas crianças.

As crianças voavam entre Araracuara, no estado do Amazonas, e San José del Guaviare, cidade no estado do Guaviare, quando o pequeno avião Cessna 206 em que viajavam teve um problema no motor e caiu na selva.

Todos os três adultos no avião, incluindo o piloto, morreram.

As crianças são integrantes da comunidade indígena Uitoto e foram identificadas como Lesly Jacobombaire Mucutuy, de 13 anos, Soleiny Jacobombaire Mucutuy, de nove anos, Tien Noriel Ronoque Mucutuy, de quatro anos, e Cristin Neriman Ranoque Mucutuy, de apenas 11 meses de idade.

Informações preliminares da autoridade de aviação civil sugerem que as crianças escaparam do acidente e partiram para a selva em busca de ajuda.

Eles estão desaparecidos há mais de quatro semanas. O presidente Gustavo Petro twittou que as crianças haviam sido descobertas em 17 de maio, apenas para deletar a postagem várias horas depois e dizer que as crianças ainda não haviam sido recuperadas.

“Decidi deletar o tweet porque as informações fornecidas pelo ICBF [Colombian Institute of Family Welfare] não pôde ser confirmado”, escreveu Petro posteriormente.

“Lamento o que aconteceu. As Forças Armadas e as comunidades indígenas continuarão em sua busca incansável para dar ao país a notícia que ele tanto espera”.

Militares foram auxiliados em suas buscas por pessoas de comunidades indígenas próximas. Uma mamadeira foi encontrada na selva na semana passada e as autoridades acreditam que ela pode estar ligada às crianças.


Com informações do site Al Jazeera

Compartilhe este post
consultoria natura avonSabores da TerraCasa da Roca e PetCitopatologista Dra JosileneAri ClinicaAfonsinho AmaranteFinsolComercial Sousa Netoclinica e laboratorio sao goncaloCetec AmaranteEducandario Menino JesusMercadinho AfonsinhoAlternância de BannersPax Uni~ão AmarantePax Uni~ão AmaranteDr. JosiasPier RestobarPax Uni~ão AmaranteHospital de OlhosIdeal Web, em AmaranteMegalink AmaranteSuper CarnesInterativa