AMARANTE

Mulher

É possível amar novamente depois de um caso?

Publicado em

Mulher

É possível amar novamente depois de um caso? É possível recuperar a confiança depois que seu parceiro foi infiel?

A perda do relacionamento que você imaginou pode causar intensa raiva, ciúme e tristeza, e também levanta muitas questões. Você deveria ficar? As coisas serão sempre as mesmas?

Embora recuperar a confiança ofereça desafios extremos para ambos os parceiros, há motivos para ter esperança.

Com o tempo, o parceiro infiel deve estar disposto a colocar o relacionamento em primeiro lugar e demonstrar confiabilidade por meio de suas palavras e ações. Em The Science of Trust, o Dr. John Gottman postula que a confiança é uma ação e não uma crença – mais sobre o que o seu parceiro faz do que o que eles dizem.

Se você é uma mulher que foi traída, ou uma mulher presa num relacionamento sem amor, e que tem vontade de explorar outras coisas no mundo afora, não pense que o mundo não tem outras soluções melhores para você. É bem comum mulheres se envolverem com homens mais velhos, após vivenciar várias desilusões amorosas, por que não?

Muitos dos homens ou mulheres que se envolvem em relações extraconjugais, invadindo, por assim dizer, o relacionamento de outras pessoas, o fazer por uma questão financeira: “eu não acho certo e não gostaria que fosse comigo, mas não posso abrir mão do relacionamento sugar “, esse é um pensamento muito comum.

Leia Também:  Ex-vereador e policial civil Jerominho é preso novamente no Rio

Abaixo estão três perguntas para ajudá-lo a decidir se deve terminar seu relacionamento após um caso:

1. Você gostaria de se comprometer com seu parceiro se confiasse neles novamente?

Em outras palavras, você tem admiração e respeito suficientes para salvar o relacionamento? Seja honesto e pergunte a si mesmo: ainda nos divertimos juntos e desfrutamos da companhia um do outro na maioria das vezes?

O que você deve fazer se confrontado com a infidelidade?

2. Você deixou de lado sua raiva e ressentimento com a traição de seu parceiro e consegue seguir em frente?

Você pode imaginar-se sentindo feliz em seu relacionamento ou desejando ser íntimo ou íntimo com seu parceiro, apesar de suas ações?

3. Você pode perdoar seu parceiro por suas ações?

Isso não significa perdoar suas ações, mas simplesmente não as deixar ter poder sobre você. Pesquisas sugerem que a disposição de perdoar pode ajudar a curar problemas conjugais, grandes e pequenos. De fato, os terapeutas conjugais descobriram que o perdão é um ingrediente essencial para curar a infidelidade e contribui para um casamento duradouro e bem-sucedido.

Se sua resposta a uma ou mais dessas perguntas for “não” e você achar que é hora de dar o próximo passo, você deve dizer a seu parceiro que deseja um divórcio. No final do dia, você é a única pessoa que sabe se o seu casamento pode sobreviver à infidelidade.

Leia Também:  Relacionamento esfriou? Saiba como apimentar a relação

Se você decidir ficar com seu parceiro, seja otimista. Nem todos os relacionamentos podem ser salvos após a infidelidade, mas em O que faz o amor durar?

Aos trinta e poucos anos, Shawn entrou em contato comigo após seis meses de terapia individual e de casais com sua esposa, Vanessa, que o traiu por ter um caso com um colega de trabalho. Embora Vanessa inicialmente tenha negado cometer adultério, ela finalmente admitiu quando Shawn trouxe cópias de e-mails com detalhes gráficos de suas atividades sexuais com seu amante para as sessões de terapia.

Em Aqui está o que leva alguém a deixar um parceiro infiel, a terapeuta Amber Madison diz que as pessoas tendem a categorizar a traição de duas maneiras: seja como um erro horrível que seu parceiro não repita ou como um hábito que eles terão que tolerar se decida permanecer no relacionamento. Ela aconselha as pessoas a determinar se trair foi um erro ou parte de um padrão e a avaliar a qualidade do relacionamento fora da infidelidade.

No caso de Shawn, ele acreditava que o comportamento infiel e desleal de Vanessa, embora extremamente prejudicial, não significava que o casamento de oito anos tivesse que terminar. Ele ainda a amava e estava disposto a estender a confiança porque acreditava que ela não cometeria o mesmo erro novamente. Mais importante, ele soltou sua raiva e ressentimento e estava pronto para perdoá-la.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mulher

Influenciadora digital, Pâmela Kowalski, abre oportunidades a influencers com o projeto Diamond House

Publicados

em

A empresária, tik tok e também influenciadora, Pâmela Kowalski, desenvolveu um projeto em 2021 para nano e micro influenciadoras de Santa Catarina, intitulado Diamond House (Casa dos Diamantes). A iniciativa, segundo ela, deu certo e este ano chega à sua segunda temporada, conquistando um novo espaço, ganhando força entre apreciadores do projeto.

Segundo ela, a ideia surgiu em setembro do ano passado, a partir da observação da dificuldade de alguns influencers em se destacar, apesar do grande potencial.

“Observei o quanto os influenciadores considerados ‘pequenos’ vem ganhando força e credibilidade por quem os segue e também por parceiros de publicidade. A Diamond House vem com tudo para mostrar que os nanos e micros Influencers tem uma forte influência na vida dos seus seguidores, direta e indiretamente todos os dias”, afirmou Pâmela ao Somos Notícia.

O projeto de criação da Casa dos Diamantes traz a proposta de dar visibilidade às influenciadoras envolvidas, abrindo a elas um leque de oportunidades. “…e também proporcionando momentos inéditos para seus seguidores, gerando conteúdos e dando a oportunidade para pequenas empresas, e até mesmo possibilitando que autônomos ganhem notoriedade através da publicidade de cada influenciadora envolvida no projeto.”

Leia Também:  Relacionamento esfriou? Saiba como apimentar a relação

A Diamond House reúne as integrantes nos finais de semana para produção e gravação de conteúdos, tudo com muita diversão, interação com os seus seguidores e troca de informações valiosas sobre engajamento e dicas, com um aprofundamento nas tendências do mundo digital.

“Um dos objetivos que tem grande relevância é a publicidade que acontece durante todo o final de semana, gerando visibilidade para lojas, marcas, empresas parceiras do projeto”, completou.

Uma curiosidade é que idealizadora Pâmela Kowalski tem um olhar de carinho, sensível e uma visão aguçada para meninas que estão tentando ainda começar no mundo digital e que tem grande potencial, mas precisam daquele famoso ‘empurrãozinho’, por isso em cada temporada que acontece, um dos seus objetivos é selecionar uma ou duas meninas com menos de mil seguidores, para abrir uma porta de oportunidades nesse início tão difícil, dando mentoria totalmente gratuita para essas meninas.

Pâmela finaliza afirmando que a Diamond House é um projeto “cheio de oportunidades para quem está envolvido”. Ela vem apostando todas as suas fichas nessa segunda temporada, com forte expectativa de que muito provavelmente acontecerá até setembro deste ano.

Leia Também:  Candy color, neon e metalizado: cores do verão no hemisfério Norte

Fotos: Kamilly Beatriz fotografias e Pluma fotografia e produções

Foto: Plumas Fotografia e Produção

Pâmela Kowalski

Ariana Justino

Mylla Queiroz | Foto: Kamilly Beatriz

Janine lacerda | Foto: Kamilly Beatriz

Dany Santos | Foto: Kamilly Beatriz

Juli coelho | Foto: Kamilly Beatriz

Eduarda Mara

Natália Oliveira | Foto: Kamilly Beatriz

Publicidade para marca Ades Brasil

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

Foto: Kamilly Beatriz

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA