AMARANTE

POLÍTICA

Candidato a prefeito é eleito no interior do Piauí com apenas 2 votos de maioria sobre adversário

Avatar

Publicado em

POLÍTICA

Eleições de Dom Expedito Lopes

As eleições deste domingo (2) provocaram enorme tensão aos candidatos a prefeito no município de Dom Expedito Lopes.
O candidato Valmir Barbosa (PDT) foi eleito com 2.563 votos (50.02%), apenas dois a mais que a sua adversária, Dona Ivete(PRTB), que obteve 2.561 votos (49.98%).
A disputa acirrada só levou o candidato vencedor e eleitores a comemorarem após 100% dos votos contabilizados pela Justiça Eleitoral.
De acordo com Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o município possui 5.500 eleitores, distribuídos em 25 seções.
Ao todo, foram 42 votos em branco e 158 votos nulos.
Com informações do TSE

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Dilma se afasta de Michel Temer em meio a crise
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

POLÍTICA

Senado aprova projeto de Ciro que prioriza mulheres vítimas de violência em programas de habitação

Avatar

Publicados

em

O plenário do Senado Federal aprovou, nesta quinta-feira (06), um projeto (PL 4692/2019) do senador Ciro Nogueira (Progressista) que prioriza as mulheres de baixa renda vítimas de violência doméstica em programas de habitação como o Minha Casa, Minha Vida.

Ciro defendeu que, ao facilitar o acesso dessas mulheres à casa própria, elas terão uma nova oportunidade de recomeçar suas vidas em um ambiente seguro, livre de seus agressores. “Acredito que com a autonomia alcançada ao ter seu próprio lar, essas mulheres consigam deixar de vez o ciclo aprisionador de violência”, argumentou.

O senador citou dados do ministério dos Direitos Humanos, divulgados em março deste ano, que revelam que foram registradas 105.821 denúncias de violência contra a mulher nas plataformas do Ligue 180 e do Disque 100 em 2020. Segundo ele, as estimativas do IBGE apontam para cerca de 1,3 milhão de mulheres agredidas dentro de casa a cada ano no Brasil.

“Por não um terem um lugar para fugir ou levar seus filhos, essas mulheres muitas vezes ficavam presas ao agressor”, afirmou. Para ele, os números apontam para a necessidade de aprimoramento das políticas públicas, como forma de dar meios para que as vítimas possam escapar da situação de violência ainda no começo das agressões.

Leia Também:  Ex-deputado federal, João Henrique é o novo presidente do Sebrae

O PL 4692/2019 será agora analisado pela Câmara dos Deputados.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA