3:11 pm - domingo novembro 24, 1348

Em Amarante, homem entra em luta corporal com policial e é morto em ocorrência na madrugada

Edição e postagem: Denison Duarte, em 14-09-2017 12:50 | Última modificação: 18-09-2017 09:11
Hospital de Olhos

HOMEM ALVEJADO – Uma ocorrência durante a madrugada desta quinta-feira (14) resultou na morte de um homem identificado como Reinaldo Gomes de Sousa, de aproximadamente 40 anos, na comunidade Baixa Verde, em Amarante.

O caso aconteceu por volta das 2h30 quando uma denúncia foi feita à polícia pela filha da ex-mulher da vítima. Segundo a Polícia Civil, o conflito começou quando a vítima descumpriu na madrugada de hoje uma medida protetiva da Lei Maria da Penha.

Após ser denunciado por várias agressões à ex-mulher, Reinaldo Gomes tinha que se manter afastado da ex-companheira por determinação da Justiça.

De acordo com informações da polícia, após atender o chamado, o militar de Amarante, que não teve sua identidade informada, sofreu tentativas de agressões ao buscar acalmar a situação no local da ocorrência.

Reinaldo Gomes teria se utilizado de uma faca e um pedaço de madeira para atingir o policial durante uma luta corporal.

“Vendo que o homem se aproximou novamente da mãe na madrugada, a filha dela chamou a polícia. O ex-marido entrou em luta corporal com o policial que atendeu a ocorrência. O mesmo teve que disparar um tiro para o alto e o indivíduo continuou insistindo em lutar com o policial militar, que teve que alvejá-lo”, afirmou a Polícia Civil ao Somos Notícia.

Em contato com o Major Lacerda, do 18º BPM, de Água Branca,, o policial já conhecia o homem e a mulher, e, por achar que resolveria o problema, foi ao local da ocorrência sozinho. De acordo com informações, o tiro acertou o peito da vítima.

“A senhora já tinha sido agredida várias vezes, e uma pessoa ligou para mim e para o militar de Amarante. O policial achou que podia resolver o problema. O rapaz com um pedaço de pau e uma faca partiu para cima do militar. Para não morrer, o policial o alvejou”, disse ele.

A Força Tática ratificou ao Somos Notícia a informação. “Ele foi sozinho ao local onde passou momentos difíceis. Para não morrer, teve que alvejar o rapaz”, afirmou o cabo Giordano.

Reinaldo Gomes foi ainda levado para o hospital de Amarante, mas não resistiu ao ferimento. O militar ainda não foi ouvido. Segundo Major Lacerda, ele vai se apresentar acompanhado de um advogado.

Homem alvejado | Ainda no hospital

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE