Menu...

13 de dezembro de 2017

Amarantina desaparecida em São Paulo: “Estou muito aflito com o sumiço”, afirma companheiro


Hospital de Olhos

Amarantina desaparecida – O companheiro da amarantina Antonia Maria, de 19 anos, desaparecida há oito dias em Itatiba (SP), Paulo Roberto Niero, entrou em contato com o Somos Notícia nesta quinta-feira, 01, após acessar a matéria sobre o sumiço da jovem.

De acordo com os familiares de Antonia Maria, a amarantina vive um triângulo amoroso com Paulo Roberto Niero e outra mulher, que seria sua esposa. O último contato da jovem com familiares foi na sexta-feira, 25, quando ela ligou para uma tia, em Teresina.

Em entrevista concedida ao site, Paulo Roberto diz que também está tenso em razão do desaparecimento da companheira. “Ela saiu de casa sem levar nada, nem as peças íntimas.”

Paulo Roberto é motorista e natural de Jundiaí, mas reside em Itatiba há dez anos. Ele afirmou ainda que tem um relacionamento com Antonia Maria há pouco mais de três anos. “Eu confesso que não existe nenhum triângulo amoroso. Quando tudo começou eu era casado e me separei para ficar com a Antonia”, disse ele ao Somos Notícia.

O casal teve uma discussão, três dias antes do desaparecimento da jovem. “…mas foi uma simples discussão. Não tenho nada a ver e estou muito aflito com o sumiço. Nós não tínhamos briga nenhuma e tudo estava bem”, afirmou o motorista cogitando que Antonia Maria possa estar na casa de algum conhecido.

Diversas ligações são feitas por familiares para o celular da jovem e a ligação não completa. O companheiro diz que também não consegue falar com ela porque o telefone não chama.

Paulo Roberto Niero disse que esta não foi a primeira vez que Antonia Maria tomou essa atitude. “Ela sempre fez isso. Três ou quatro vezes por ano, ela abandona estudos, abandona tudo e vai para o Piauí e depois fica pedindo dinheiro para voltar”, encerra.

Ana Lúcia, tia de Antonia Maria, mora no bairro Areias, em Amarante. Ela diz que a mãe da jovem desaparecida, identificada como Maria Rita de Sousa, já foi levada ao hospital de Amarante duas vezes durante os oito dias do desaparecimento. “A mãe dela tem problema de saúde. E agora, com esse ocorrido, ela vem tendo crises de falta de ar. Nesses dias do desaparecimento, já levamos ela duas vezes para o hospital.”

O caso já está sendo investigado. A Polícia de Itatiba está realizando as buscas, mas, até o momento, não há pistas que levem ao paradeiro da jovem de Amarante Piauí.

Edição e postagem: Denison Duarte

Fotos: Paulo Roberto Niere e familiares de Antonia Maria

amarantina desaparecida

 

Tags: ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE