China e outros estados fortalecem arsenais de armas nucleares: relatório

China e outros estados fortalecem arsenais de armas nucleares: relatório

Internacional

Os nove estados com armas nucleares do mundo continuam a modernizar seus arsenais nucleares, com o estoque de ogivas nucleares da China aumentando 17% em 2022, de acordo com o Stockholm International Peace Research Institute (SIPRI), com sede na Suécia.

No SIPRI Yearbook 2023 divulgado na segunda-feira, o think tank disse que estima que o arsenal nuclear da China aumentou de 350 ogivas em janeiro de 2022 para 410 em janeiro de 2023, e que “espera-se que continue crescendo”.

Dependendo de como a China decidiu estruturar suas forças, acrescentou o relatório, a China poderia ter pelo menos tantos mísseis balísticos intercontinentais (ICBMs) quanto os Estados Unidos ou a Rússia até 2030, acrescentou.

“A China iniciou uma expansão significativa de seu arsenal nuclear”, disse Hans M Kristensen, associado sênior do programa de armas de destruição em massa do SIPRI e diretor do projeto de informações nucleares da Federação de Cientistas Americanos (FAS), em comunicado.

“É cada vez mais difícil conciliar essa tendência com o objetivo declarado da China de ter apenas as forças nucleares mínimas necessárias para manter sua segurança nacional.”

O Exército Popular de Libertação (PLA) é a maior força de combate do mundo, mas a China também está engajada em um esforço para modernizar seu equipamento militar e armamento.

Globalmente, o SIPRI estimou que havia 12.512 ogivas nucleares em janeiro de 2023, com cerca de 9.576 em estoques militares para uso potencial – 86 a mais do que em janeiro de 2022.

Dessas, cerca de 3.844 ogivas foram implantadas com mísseis e aeronaves, e cerca de 2.000 – quase todas da Rússia ou dos EUA – mantidas em estado de alerta operacional máximo, o que significa que foram instaladas em mísseis ou mantidas em bases aéreas que hospedam armas nucleares. bombardeiros.

INTERATIVO - relatório SIPRI 2023 Quais países possuem armas nucleares-16865525250

O SIPRI observou que, apesar do crescente estoque nuclear da China, os EUA e a Rússia juntos possuem quase 90% das armas nucleares do mundo.

E enquanto seus arsenais pareciam permanecer estáveis ​​em 2022, apesar das tensões elevadas após a invasão em grande escala da Ucrânia pela Rússia, o SIPRI observou que a transparência em relação às forças nucleares diminuiu em ambos os países como resultado da guerra contínua.

Em fevereiro, a Rússia disse que estava suspendendo sua participação no Novo Tratado START, um pilar fundamental do controle de armas nucleares russo-americanos.

No início deste mês, Washington disse que pararia de fornecer a Moscou atualizações sobre assuntos, incluindo localização de mísseis e lançadores, no que Washington descreve como uma “contramedida” retaliatória devido às “violações” de Moscou do acordo. Já havia suspendido seu diálogo bilateral de estabilidade estratégica com a Rússia logo após a invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022.

Enquanto isso, o presidente russo, Vladimir Putin, planeja posicionar armas nucleares táticas na Bielo-Rússia já em julho, e ameaçou regularmente retaliação nuclear desde que a guerra na Ucrânia começou e os aliados ocidentais, incluindo os EUA, se uniram para ajudar o país a se defender.

“Estamos entrando em um dos períodos mais perigosos da história da humanidade”, disse Dan Smith, diretor do SIPRI em comunicado. “É imperativo que os governos do mundo encontrem maneiras de cooperar para acalmar as tensões geopolíticas, retardar as corridas armamentistas e lidar com o agravamento das consequências do colapso ambiental e do aumento da fome mundial.”

Entre os outros estados nucleares do mundo, o SIPRI observou que a Índia e o Paquistão também pareciam estar expandindo seus arsenais nucleares, desenvolvendo novos tipos de sistemas de entrega nuclear.

“Enquanto o Paquistão continua sendo o foco principal da dissuasão nuclear da Índia, a Índia parece estar colocando ênfase crescente em armas de longo alcance, incluindo aquelas capazes de atingir alvos em toda a China”, disse o relatório.

A Coreia do Norte também priorizou seu programa nuclear em 2022, observou o SIPRI.

O think tank estima que Pyongyang, que testou uma arma nuclear pela última vez em 2017, reuniu cerca de 30 ogivas e tem material físsil suficiente para entre 50 e 70 ogivas, ambos significativamente maiores do que as estimativas de janeiro de 2022.

Em janeiro, o líder Kim Jong Un pediu um aumento “exponencial” em seu arsenal nuclear.

Em outro lugar, o SIPRI Yearbook disse que o estoque de ogivas do Reino Unido deve crescer depois que o governo anunciou em 2021 que estava aumentando seu limite de 225 para 260 ogivas.

A França também continua com planos de desenvolver um submarino de mísseis balísticos movidos a energia nuclear (SSBN) de terceira geração e um novo míssil de cruzeiro lançado do ar, bem como reformar e atualizar os sistemas existentes, disse o SIPRI.

Acredita-se também que Israel – que não reconhece publicamente possuir armas nucleares – esteja modernizando seu arsenal nuclear.

“A maioria dos estados com armas nucleares está endurecendo sua retórica sobre a importância das armas nucleares, e alguns estão até fazendo ameaças explícitas ou implícitas sobre o potencial de usá-las”, disse Matt Korda, pesquisador associado do programa de armas de destruição em massa e pesquisa sênior do SIPRI. associado ao FAS Nuclear Information Project. “Essa competição nuclear elevada aumentou dramaticamente o risco de que armas nucleares possam ser usadas com raiva pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial.”

O Anuário é a avaliação anual do SIPRI sobre o estado dos armamentos, desarmamento e segurança em todo o mundo.


Com informações do site Al Jazeera

Compartilhe este post
consultoria natura avonSabores da TerraCasa da Roca e PetCitopatologista Dra JosileneAri ClinicaAfonsinho AmaranteFinsolComercial Sousa Netoclinica e laboratorio sao goncaloCetec AmaranteEducandario Menino JesusMercadinho AfonsinhoAlternância de BannersPax Uni~ão AmarantePax Uni~ão AmaranteDr. JosiasPier RestobarPax Uni~ão AmaranteHospital de OlhosIdeal Web, em AmaranteMegalink AmaranteSuper CarnesInterativa