ZPE, intermodal e hidrogênio verde vão impulsionar a expansão do Porto Piauí – Secretaria de Governo – SEGOV

ZPE, intermodal e hidrogênio verde vão impulsionar a expansão do Porto Piauí – Secretaria de Governo – SEGOV

Piauí

Obras no Porto Piauí em Luís Correia
Foto: CCom

O Porto Piauí, que será inaugurado no próximo dia 13 de dezembro em Luís Correia, tem três vantagens que impulsionarão sua expansão para os próximos anos. Está vizinho à Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Parnaíba, será beneficiado pelo sistema intermodal e vai servir para escoar a produção de hidrogênio verde. Tudo isso garante uma demanda pelo uso da estrutura portuária.

A proximidade com a ZPE – zona econômica especial que tem vantagens tributárias, administrativas e cambiais – faz com que os produtos exportados por lá sigam diretamente para o porto de Luís Correia, movimentando a economia da região. “Porto e ZPE são o casamento perfeito para trazer competitividade para quem decidirá estar presente no dia 13 de dezembro. ZPE ganha escala e competitividade a partir do momento que ela tem o porto à sua disposição”, afirma o presidente da Investe Piauí, Victor Hugo Almeida.

O governador Rafael Fonteles ressalta que a ZPE é um grande divisor de águas na industrialização do Estado do Piauí. “É um atrator de indústrias voltadas principalmente para exportação. Teremos um novo processo de industrialização do Estado do Piauí nessa região da ZPE de Parnaíba”, afirmou.

O presidente da ZPE Parnaíba, Álvaro Nolleto, destaca que o porto reduz os custos de transportes das empresas que querem exportar. Atualmente, eles escoam os produtos pelos terminais de Itaqui, no Maranhão ou Pecém, no Ceará. “Agora, podendo transportar pelo Piauí, os custos de logísticas cairão”, avalia o gestor.

No caso do hidrogênio verde, a relação é que a usina que vai produzir o combustível limpo, e que será instalada na ZPE, usará o porto para exportar o combustível para a Europa. Isso garantirá uso constante no poço e atrairá outras empresas para a região.

A usina Green Energy Piauí será tocada pela empresa europeia Green Energy Park (GEP), que vai investir R$ 100 bilhões nos próximos dez anos, com produção inicial de 5 GW de amônia verde por ano. A cerimônia de lançamento da pedra fundamental da unidade de produção de hidrogênio está agendada para o dia 15 deste mês.

Por fim, outro grande trunfo do porto é o benefício que terá por estar na porta do sistema intermodal, um complexo de transporte que usará diversas vias para transportar mercadorias em todo o Piauí: ferrovias e hidrovias passarão a integrar as rodovias como meio de transporte de produtos piauienses. A vantagem é principalmente a redução de custos nos dois primeiros meios de transportes (ferrovia e hidrovia), o que atrairá novas empresas ao Piauí.

Nos estudos prévios apresentados pelo Consórcio Intermodal do Piauí, há demanda de mercado suficiente que justifique a interligação de transporte de cargas entre hidrovia, ferrovia e portuária, pois os custos serão reduzidos, em alguns casos, em 25%. “Estamos finalizando os estudos para o projeto integrador intermodal do Piauí que envolve rodovias, hidrovias e ferrovias. Será um investimento público-privado, para a gente revolucionar a infraestrutura do Estado do Piauí”, disse o governador Rafael Fonteles.

 

Fonte: Governo do Piauí

Compartilhe!
Afonsinho AmaranteMegalink AmaranteFinsolComercial Sousa Netoclinica e laboratorio sao goncaloCetec AmaranteEducandario Menino JesusAvante EducacionalMercadinho AfonsinhoAlternância de BannersAlternância de Banners
Faculdade Três Marias
Colégio CTE
DoraTurNacional GasFaculdade EstacioPax Uni~ão AmarantePax Uni~ão AmaranteDr. JosiasPier RestobarPax Uni~ão AmaranteHospital de OlhosIdeal Web, em AmaranteSuper CarnesInterativa