AMARANTE

POLÍTICA

Wellington Dias anuncia saída de policiais dos órgãos públicos do Piauí

Publicado em

POLÍTICA

wellington dias segurança policiais

Como parte das primeiras ações do governador Wellington Dias após a posse no último dia 1º está a volta às ruas de policiais que fazem a segurança em órgãos públicos no estado.

A medida é parte do pacote de cortes de despesas. O decreto que determina a volta dos policiais às atividades de policiamento ostensivo foi assinado no dia da posse. No total, cerca de 500 policiais militares terão modificadas as suas rotinas diárias de trabalho.

Dentre os vários órgãos estão a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça do Piauí. O efetivo deverá ser substituído por policiais da reserva.

O comandante-geral da Polícia Militar diz que a ideia é aumentar a segurança da população. “Os policiais da reserva serão chamados e apresentados ao Poder Judiciário, que vai arcar com a gratificação de retorno, fardamento e, se for o caso, viaturas. Nós vamos ter um bom retorno de policiais para empregar no policiamento da capital.”

A medida para os moradores ainda não reflete a segurança necessária. Segundo o líder comunitário, Artêmio Ferreira, a polícia só aparece quando há ocorrências. “Você não vê uma viatura. Quando vemos é em casos de assaltos, e quando a polícia aparece, os bandidos já têm ido embora há muito tempo.”

Leia Também:  B. Sá destaca o reconhecimento pela Unesco dos avanços na educação de Oeiras

Ao todo são 765 PMs locados em órgãos públicos e 220 na ativa. O projeto vai permitir o retorno de 500 policiais para a atividade de patrulhamento nas ruas da capital e do interior. Segundo o comandante-geral, o governador vai encaminhar a proposta assim que a Assembleia Legislativa do Piauí voltar do recesso. Além disso, órgãos que precisam de mais policiais devem solicitar na própria mensagem.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

POLÍTICA

Teresa Britto apresenta emendas destinando mais recursos para coordenadorias estaduais

Publicados

em


A deputada Teresa Britto (PV) anunciou, no espaço dos dois minutos da sessão plenária desta terça-feira (30), que apresentou emendas ao Projeto de Lei do Orçamento do Estado para 2022 (PLOA/22) destinando mais recursos para as Coordenadorias Estaduais de Políticas para Mulheres e da Juventude e para a Universidade Estadual do Piauí (Uespi).

Teresa Britto disse que, se as emendas forem aprovadas, as Coordenadorias das Mulheres e da Juventude receberão R$ 1 milhão a mais cada uma no orçamento do próximo ano, enquanto a Uespi terá R$ 3,5 milhões a mais. Ela afirmou que apresentou emendas destinando recursos para hospitais regionais, como os de Santa Filomena e Itainopolis.

AGRADECIMENTO – O deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) agradeceu ao governador Wellington Dias pela sanção de quatro leis de sua autoria, incluindo as que tratam sobre a criação do Sistema de Trilhas Ecológicas do Piauí e que institui o Selo Empresa Amiga da Saúde Mental.

Gessivaldo Isaías registrou ainda que apresentou na Comissão de Constituição e Justiça parecer favorável ao Projeto de Lei do deputado Coronel Carlos Augusto (PL) que define como teto remuneratório dos oficiais da Polícia Militar do Piauí o subsídio dos desembargadores do Tribunal de Justiça do Piauí.

Leia Também:  No Rio, Aécio defende desburocratização para incentivar novos empreendedores

EXPOSIÇÃO – O deputado João Madison (MDB) convidou a população para comparecer à Expoapi (Exposição Feira Agropecuária de Teresina) que será realizada entre os dias 5 e 12 deste mês, no Parque de Exposição Dirceu Mendes Arcoverde.

João Mádison disse que será exigida a apresentação de comprovante de vacinação contra a Covid-19 para acesso à Expoapi e que haverá uma equipe técnica no Parque de Exposições para aplicar a vacina nas pessoas que tenham recebido apenas a primeira dose.

FILIAÇÃO – Ao falar no tempo destinado aos pequenos informes, o deputado Dr. Hélio (PL) garantiu que o Partido Liberal no Piauí continuará apoiando o governador Wellington Dias e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições do próximo ano, apesar da filiação à agremiação do presidente Jair Bolsonaro que ocorreu hoje em Brasília.

J. Barros – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:



Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA