TCE-PI participa de operação que visa cumprir mandados de prisão e apreensão em cidades do Piauí

Piauí

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí participou, nesta quarta-feira (07), da “Operação Volt”, deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio da atuação conjunta da Promotoria de Justiça de Luís Correia e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). A Operação contou, ainda, com a ação da Força Integrada de Combate a Organizações Criminosas no Piauí – FICCO, composta pela Polícia Federal(PF), Polícia Civil (PC-PI), Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal e a Polícia Militar (PM-PI).   

A operação objetiva cumprir nas cidades de Luís Correia, Parnaíba e Teresina 08 mandados de busca e apreensão, 02 mandados de prisão preventiva e 10 mandados de sequestro de bens, conforme Decisão da Central Regional de Inquéritos III – Polo Parnaíba.

A investigação visa apurar desvios de recursos públicos destinados ao serviço de iluminação pública do Município de Luís Correia, por meio das condutas criminosas de fraude à licitação, corrupção ativa e corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O TCE-PI atuou na elaboração de relatórios que auxiliaram a investigação, bem como no apoio à operação com a devida autorização judicial. Quatro auditores participaram da ação desta quinta-feira.

Entre os alvos estão agentes públicos, empresas com atuação no município e seus sócios-proprietários.

Até o momento, a investigação aponta a existência de uma estrutura criminosa composta por agentes públicos, empresários e suas respectivas empresas que tem por fim desviar recursos públicos do município de Luís Correia. A dinâmica criminosa consiste no direcionamento de licitações à determinada empresa utilizada pela organização criminosa, seguido de sua contratação com sobrepreço pelo ente municipal.

Após o pagamento da empresa, parte do recurso público era remetido, diretamente ou por meio de pessoas interpostas, a agentes públicos ocupantes de cargos na estrutura da prefeitura.

Com informações do MPPI

Fonte: Tribunal de Contas do Piauí

Compartilhe!
Afonsinho AmaranteMegalink AmaranteFinsolComercial Sousa Netoclinica e laboratorio sao goncaloCetec AmaranteEducandario Menino JesusAvante EducacionalMercadinho AfonsinhoAlternância de Banners
Faculdade Três Marias
Colégio CTE
Alternância de Banners
Faculdade Três Marias
Colégio CTE
DoraTurNacional GasFaculdade EstacioPax Uni~ão AmarantePax Uni~ão AmaranteDr. JosiasPier RestobarPax Uni~ão AmaranteHospital de OlhosIdeal Web, em AmaranteSuper CarnesInterativa