TCE é pioneiro no processo de diagnóstico de eficiência energética para adotar medidas sustentáveis

Piauí

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) é o primeiro órgão público piauiense a iniciar o processo de diagnóstico da sua eficiência energética para que sejam adotadas medidas de economicidade e melhor desempenho em suas dependências. O presidente da Corte de Contas, conselheiro Kennedy Barros, recebeu esta manhã (10) em seu gabinete uma equipe técnica da Equatorial e da empresa Vitales Engenharia, além de engenheiros do próprio TCE, para dar início ao estudo técnico.

A coordenadora de relacionamento da Equatorial Patrícia Araújo explicou que será feita uma vistoria em todas as dependências do TCE para que seja traçado o perfil de consumo, as condições dos equipamentos, as falhas em seu uso e, a partir daí, definir as ações que vão trazer mais economia e eficiência ao sistema elétrico da Corte de Contas.

Após a reunião com Kennedy Barros, os técnicos fizeram um encontro técnico na sala dos conselheiros para a apresentação da planta energética e verificaram in loco as instalações. Outros órgãos públicos já foram alertados para a chamada pública que aconteceu no ano passado, mas o TCE é o primeiro a buscar a equatorial para a formalização do acordo.

O engenheiro do TCE Aurino César explicou que tomou conhecimento de que o TCE de Alagoas já havia feito o acordo com a Equatorial Alagoense, ao saber que o presidente da Equatorial Piauí, Humberto Soares, é quem havia assinado o acordo com aquele tribunal quando presidia a empresa naquele Estado, foi ao conselheiro Kennedy Barros e ouviu dele: “pois agora ele vai assinar o nosso”.

Basicamente a eficiência energética consiste na substituição de equipamentos que consomem muito por outros que consomem menos energia, e, provavelmente, a implantação de módulos solares que vão gerar a própria energia do TCE. Após o diagnóstico, será formalizado o termo entre a Equatorial e o TCE detalhando as ações a serem tomadas.

Na reunião técnica estiveram presentes os engenheiros do TCE Aurino César Iury Maniçoba, Francisco Leite e Aurino Nunes, além do secretário administrativo Paulo Ivan. Representando a Equatorial estavam a gestora dos projetos de eficiência energética Maisa Oliveira, o analista administrativo Gilvan Monteiro e a consultora de relacionamento Patrícia Araújo. Representando a empresa Vitales Engenharia estava o engenheiro Gutemberg Brito.

Fonte: Tribunal de Contas do Piauí

Compartilhe este post
consultoria natura avonSabores da TerraCasa da Roca e PetCitopatologista Dra JosileneAri ClinicaAfonsinho AmaranteFinsolComercial Sousa Netoclinica e laboratorio sao goncaloCetec AmaranteEducandario Menino JesusMercadinho AfonsinhoAlternância de BannersPax Uni~ão AmarantePax Uni~ão AmaranteDr. JosiasPier RestobarPax Uni~ão AmaranteHospital de OlhosIdeal Web, em AmaranteMegalink AmaranteSuper CarnesInterativa

Deixe um comentário