AMARANTE

mandado cumprido

Suspeito de matar professor a facadas em Barras é preso pela Polícia Civil

Publicado em

Barras

O suspeito de participar da morte do professor Marcílio Augusto do Nascimento Borges foi preso pela Polícia Civil do Piauí em cumprimento a um mandado de prisão. Ele foi identificado pelas iniciais K.L.M.S..

O crime ocorreu no final de março deste ano na localidade Mato Cachorro, em Barras, no Norte do Estado. Um menor que também teria participado do homicídio qualificado foi apreendido.

O corpo do professor foi localizado às margens do Rio Longá, ao lado de um automóvel do tipo Corolla. A polícia localizou uma arma branca no local do crime. O corpo do professor tinha perfurações na região do tórax, pescoço e cervical.

A Polícia Civil deve concluir a investigação após o cumprimento do mandado com remessa ao Poder Judiciário.

A Prefeitura de Batalha decretou luto oficial de 03 dias quando o professor foi encontrado morto. Segundo o prefeito José Luiz do Frango, foram relevantas trabalhos prestados pelo educador na Educação Municipal.

Marcílio era professor da rede municipal de ensino desde 1999 e atualmente estava lotado na Unidade Escolar José Rodrigues de Melo em Cacimbas I. Também foi diretor das Unidades Escolares Conselheiro Saraiva e Dedila Melo e se destacou na área Cultural, tendo seu ápice no Grupo Cultural Arraiá dos Matutos, grupo que conquistou incontáveis títulos Piauí afora.

Leia Também:  Vigilante de loja é morto com tiros na cabeça durante o serviço no Centro de Barras

Com informações do Meio Norte

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Barras

Suparc apresentará benefícios do projeto Cidades Inteligentes em Barras

Publicados

em

Barras é um dos primeiros municípios do Piauí a implantar uma parceria público privada de Cidades Inteligentes. O objetivo do projeto é tornar mais eficientes os serviços de iluminação pública, de telecomunicações e geração de energia fotovoltaica para atender a demanda municipal, englobando tanto fatores econômicos quanto sociais. As melhorias na infraestrutura dentro do Conceito Smart Cities (Cidades Inteligentes) garantem mais desenvolvimento de forma sustentável, além de oportunidades de geração de emprego e renda para a população.

A Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc-PI) em parceria com o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC) elaboraram os estudos de viabilidade em Barras. No projeto consta que a partir da substituição de todas as luminárias por lâmpadas de LED haverá uma redução de quase 70% no gasto com iluminação pública, além de garantir uma valorização do espaço urbano com maior aproveitamento do ambiente noturno, oferecendo mais segurança e integração social.

Além da instalação de internet banda larga em 75 prédios públicos, o projeto prevê a disponibilização de 15 pontos de Wi-Fi livre para a população, visando à democratização do acesso à internet de alta qualidade, além de 15 pontos de videomonitoramento, trazendo mais segurança para o município. As imagens reproduzidas pelas câmeras serão disponibilizadas através da rede de telecomunicações para auxiliar as forças de segurança pública na cidade.

Leia Também:  TJ-PI proíbe 60 empresas de funcionar em Barras; descumprimento pode gerar multa de até R$ 30 mil

O projeto prevê, ainda, a geração de energia fotovoltaica, através de instalação de placas solares nos telhados de prédios públicos, reduzindo o custo com energia predial do município e garantindo a adoção de uma fonte renovável de energia que possibilita menor geração de gases poluentes no meio ambiente. Serão instaladas 199 unidades consumidoras na cidade.

Barras, que possui uma população de aproximadamente 47 mil habitantes, é a segunda cidade do estado a receber os estudos de viabilidade para PPP de Cidades Inteligentes. O investimento do parceiro privado em obras, aquisição e implantação de equipamentos e melhoria da infraestrutura nesses setores deve chegar a mais de R$ 15 milhões.

A primeira fase do Programa PPP Piauí Cidades Inteligentes conta com 11 municípios cadastrados: Barras, Buriti dos Montes, Castelo do Piauí, Miguel Alves, Angical do Piauí, Campinas do Piauí, Cristino Castro, Itainópolis, Jaicós, São João do Piauí e Tanque do Piauí. Angical foi o primeiro a receber e aprovar os estudos de viabilidade, e deve lançar o edital da licitação da PPP ainda este mês. As demais cidades encontram-se em fase de estudos e levantamento de dados; São João do Piauí está finalizando a entrega da documentação e deve ser a próxima a avançar para a etapa seguinte da PPP.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA