Menu...

11 de dezembro de 2017

Delegado aponta que policial pode ter matado a namorada e tirado a própria vida em Teresina


Hospital de Olhos

Policial e namorada mortos – A Delegacia de Homicídios iniciou a investigação do caso em que um policial e sua namorada foram encontrados mortos no bairro Lourival Parente, em Teresina, na noite deste domingo (19).

Leonardo Fábio Barros dos Santos era 3º sargento do Rone. Com ele estava Samara Sabrina da Silva Pachêco, sua namorada.

De acordo com a perícia da Delegacia de Homicídios, Samara foi morta com três disparos de pistola ponto 40. Dois dos tiros acertaram o rosto e outro a cabeça.

Um único disparo na cabeça tirou a vida do militar Leonardo. O coordenador de Homicídios, delegado Francisco Bareta, aponta como evidência que “Leonardo tenha atirado contra a namorada e depois tirado a própria vida”.

O delegado, em seu relato, aponta que “a família da moça conta que ela esteve em uma festa de aniversário na última sexta-feira e que desde então não tinha mais sido vista. Os familiares do policial também estranharam o sumiço dele, desde aquela data. Eles tentavam contato e como não tinham retorno, o irmão do PM resolveu ir até a casa dele e averiguar se estava tudo bem. Foi aí que ele se deparou com aquela cena no quarto”.

Bareta ratifica que a informação que foi passada “era que eles tinham um relacionamento amoroso há três anos”.

Bem próximo aos corpos estava uma pistola ponto 40 que, segundo informações, pertencia ao policial. No local havia também quatro estojos de munição, todas deflagradas. O caso está sob investigação com todos os dados anexados pela perícia.

Radar Financeira

Tags:

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE