Menu...
Somos Notícia on Google+Somos Notícia on YouTube

17 de dezembro de 2018

Sargento Vidal Carvalho morre no HUT; corpo será velado em Amarante


Hospital de Olhos

O amarantino e sargento da Polícia Militar, Vidal Carvalho, morreu no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) durante a madrugada deste domingo, 7 de outubro.

O militar foi baleado na última quarta-feira (3) em uma troca de tiros numa tentativa de assalto a uma joalheria na Rua Climatizada, no Centro de Teresina.

De acordo com as imagens analisadas pela polícia, um dos assaltantes estava usando uma mochila nas costas e fez uma abordagem ao gerente o empurrando para dentro da joalheria.

Ainda na ação, um segundo assaltante entra e fecha a porta do estabelecimento. Após os disparos, pedestres assustados passam rapidamente em frente à loja. Vidal teria tentado impedir o assalto, mas foi baleado numa troca de tiros.

Um dos assaltantes foi contido pelo público e, mesmo em poder da polícia, quase sofreu linchamento.

Transferido para o HUT, Vidal Carvalho foi submetido a duas cirurgias. Os tiros que atingiram o militar acertaram o tórax e o abdômen perfurando o pulmão e o intestino.

A morte do amarantino foi confirmada pelo HUT por volta de 1h. Vidal deixa quatro filhos e a esposa Erica Nayara da Silva Vitalino.

O velório vai acontecer em dois momentos, o primeiro a partir das 9h na Igreja da Polícia Militar do Piauí em Teresina onde ficará por duas horas para a despedida dos amigos combatentes.

Em seguida, o corpo será encaminhado para Amarante, onde vai ser velado na casa de familiares. O sepultamento está previsto para este domingo. O corpo vai ser sepultado em Amarante.

A poesia e a música na vida do militar

Vidal Carvalho era também poeta e compositor. Em maio deste ano teria assumido o 3ª lugar no II Festival de Música da Secretaria de Cultura do Governo do Piauí que recebeu o tema ‘Empoderamento feminino’ com a música de sua autoria ‘Nem sei como eu te amei’ interpretada por Débora Cristina.

Outra participação cultural do artista foi no concurso da Prefeitura de Teresina com duas marchinhas de carnaval, em fevereiro.

A morte do militar deixou amarantinos consternados. Muitos deles deixaram mensagens de lamento em grupos de troca de mensagens:

“É com grande pesar que despeço-me desse grande amigo e irmão de farda. Foi um prazer ter trabalhado com ele aqui na reserva de armamentos. Sempre quando eu chegava ele estava ouvindo as músicas que compunha, músicas essas muito alegres e divertidas. Despedir-se é duro, mas as lembranças permanecerão eternas”, afirmou o sargento Abreu, da Polícia Militar.

A professora Euzeni Dantas considera que a poesia de Amarante está de luto. “Meu poeta Vidal, que Deus te receba de braços abertos. Você deixou um vazio na nossa História Amarantina e Piauiense. A poesia está de luto. Fica em paz, meu poeta trovador! Saudades”(sic).

Não há ainda confirmação do horário de sepultamento do militar.

Tags:

efficitur. Curabitur consequat. odio ut Praesent libero. Aliquam ut suscipit amet,