Menu...

19 de julho de 2019

Em Amarante, discussão termina com duas pessoas mortas a tiros e uma baleada


Hospital de Olhos

Publicidade

Por volta das 16h deste sábado (15) duas pessoas foram assassinadas a tiros durante uma discussão na rua Prefeito Enoque Silva, no bairro Escalvado – em Amarante.

Uma das vítimas, conhecida apenas como Zezin, morreu no local, enquanto a outra, identificada como César Paulino, foi encaminhada para o Hospital Regional Dr. Francisco Ayres Cavalcante, onde morreu pouco depois de dar entrada.

O acusado foi preso ainda no final da tarde, segundo informações da Polícia Militar de Amarante. “Depois do ocorrido, iniciamos as diligências e conseguimos prender o autor dos disparos. Nós o encaminhamos para Delegacia Regional de Água Branca”, disse em entrevista ao Somos Notícia o sargento Vieira.

Ao todo foram efetuados quatro disparos. Uma terceira pessoa – conhecida apenas como Edileuza, foi atingida e levada para o hospital de Amarante e, em seguida, encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Publicidade

De acordo com informações de populares, a terceira vítima seria uma mulher de identificação não informada. “Ela não percebeu que havia sido baleada. Só se deu conta depois que viu o sangue escorrer”, afirmou ao Somos Notícia uma fonte que não quis se identificar. Informações não confirmadas pela polícia apontam que os envolvidos tinham o costume de beber juntos.

A Polícia Militar de Amarante e a Força Tática foram acionadas para atender a ocorrência. Segundo informações do cabo Giordano. A Força Tática recebeu um telefonema informando da ocorrência.

“Recebemos uma ligação de um informante que disse ter havido esse ocorrido com uma pessoa ferida e duas pessoas que morreram em consequência dos disparos de arma de fogo em Amarante. Acionei a equipe de serviço da Força Tática e logo se deslocaram para o local do assassinato e está em diligência”, afirmou o cabo Giodano ao confirmar que “teria havido uma discussão entre os envolvidos, o que teria ocasionado o duplo homicídio.”

Os corpos foram encaminhados para o hospital. A Polícia Militar informou que ainda não há informações sobre as causas da discussão entre o suspeito e as vítimas baleadas.

Publicidade