dra. laysa lira morre vítima de dengue hemorrágica

Hospital confirma morte da médica pediatra, Dra. Laysa Lira, vítima de complicações de dengue hemorrágica

Amarante

ATUALIZADA ÀS 8h52 (em 20 de maio de 2024)

A médica pediatra Laysa Lira morreu na manhã desta segunda-feira (20), vítima de complicações decorrentes da dengue. Laysa estava internada em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Teresina. Seu quadro clínico se deteriorou rapidamente, levando a equipe médica a adotar medidas intensivas para estabilizá-la. Os esforços não foram suficientes.

Na noite do domingo (19), Laysa sofreu uma parada cardíaca que durou 15 minutos, mas foi reanimada com sucesso pela equipe do hospital. Apesar dos esforços contínuos para salvar sua vida, na manhã desta segunda-feira, ela sofreu falência múltipla dos órgãos, culminando em seu falecimento. A morte da médica Laysa Lira é um trágico lembrete dos perigos da dengue hemorrágica e da necessidade de prevenção e tratamento eficazes.

ATUALIZADA ÀS 21h30 (em 19 de maio de 2024)

A Dra. Laysa Lira enfrentou um momento crítico em sua luta contra a doença ao sofrer uma parada cardíaca. Inicialmente, a família recebeu a trágica notícia de seu falecimento, mas, segundo o Dr. Agenor de Almeida Lira, os médicos conseguiram reverter a situação, trazendo-a de volta à vida. Apesar do sucesso na reanimação, o estado de saúde de Dra. Laysa permanece gravíssimo, causando grande preocupação entre seus entes queridos e a equipe médica.

A gravidade do quadro clínico de Dra. Laysa Lira torna a sua recuperação completa um novo desafio para os profissionais, conforme informado pelo Dr. Agenor. A situação é delicada, e ela luta arduamente para sobreviver, enquanto a equipe médica faz todos os esforços possíveis para estabilizá-la. A comunidade médica e os familiares mantêm-se esperançosos, embora conscientes das limitações impostas pela severidade de sua condição.

ATUALIZADA ÀS 18h21 (em 19 de maio de 2024)

A pediatra, Dra. Laysa Lira, teve morte confirmada neste domingo (19), em Teresina, segundo informações da família, vítima de dengue hemorrágica. A médica estava internada e entubada, lutando contra a doença que também vitimou seu filho, Rafael, de apenas 5 anos, na semana anterior.

A família Lira, conhecida em Amarante, enfrenta um momento de profunda consternação com as perdas recentes. Dra. Laysa era filha do Dr. Agenor de Almeida Lira, médico e ex-prefeito de Amarante, e casada com o também médico, Dr. Ricardo Matias.

A dengue hemorrágica, uma forma mais severa da dengue, é causada pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti. A doença se caracteriza por febre alta, dores intensas e, nos casos mais graves, hemorragias que podem levar ao óbito, como ocorreu com Dra. Laysa e seu filho Rafael.

A situação atual reforça a necessidade de intensificar as medidas de prevenção contra a dengue, que incluem a eliminação de focos do mosquito transmissor, cuidados domiciliares e campanhas educativas.

A perda de Dra. Laysa Lira, uma profissional respeitada, dedicada e reconhecida na sua especialidade, deixa uma lacuna significativa na comunidade médica, aos seus familiares e também à população de Amarante. O ocorrido deixou consternados amigos e conhecidos da família nas redes sociais.

dra. laysa lira morre vítima de dengue hemorrágica
Dra. Laysa Lira perdeu o filho de 5 anos, vítima de dengue hemorrágica
Compartilhe este post
Macedo Carnesconsultoria natura avonSabores da TerraCitopatologista Dra JosileneAri ClinicaAfonsinho AmaranteFinsolComercial Sousa Netoclinica e laboratorio sao goncaloCetec AmaranteEducandario Menino JesusMercadinho AfonsinhoAlternância de BannersPax Uni~ão AmarantePax Uni~ão AmaranteDr. JosiasPier RestobarPax Uni~ão AmaranteHospital de OlhosIdeal Web, em AmaranteMegalink AmaranteSuper CarnesInterativa

Deixe um comentário