Menu...

Última Notícia

17 de dezembro de 2017

Nenhum goleiro top perdeu tanto valor quanto Júlio César


Hospital de Olhos
Nenhum goleiro top do mundo perdeu tanto valor de mercado quanto o brasileiro Júlio César, que segue titular de Felipão na seleção brasileira, mas que ainda não encontrou um clube para jogar na temporada europeia de 2013/2014.

Encostado no modesto inglês Queen Park Rangers, onde não mostra o desejo de jogar a segunda divisão inglesa, o goleiro formado no Flamengo era estrela nas listas dos melhores e mais caros jogadores da sua posição no mundo em 2010.

Naquele ano, ele foi eleito para Federação Internacional de Estatísticas e História do Futebol, em lista com o aval da Fifa, o segundo melhor goleiro do mundo, só atrás do espanhol Iker Casillas. Na última eleição, divulgada no ano passado, Júlio César não figurava nem entre os dez melhores, situação que se reflete no seu valor de mercado.

O site europeu tranfermarkt.com, maior referência no mercado de negociação de jogadores de futebol, listava que o preferido de Felipão era o segundo goleiro mais valioso do mundo antes da Copa de 2010. Naquela época, Júlio César era avaliado em 22 milhões de euros, ou quase R$ 70 milhões pelo câmbio atual.

Hoje, ele não aparece nem entre os 50 goleiros com maior valor de mercado. Segundo o transfermarkt.com, Júlio César vale hoje 2,6 milhões de euros, o que significa uma desvalorização de 88% em relação ao seu auge, em 2010.

Entre os dez jogadores que eram reconhecidos como os melhores da posição, ninguém se desvalorizou tanto. Alguns até ficaram muito mais caros, casos do uruguaio Muslera e do alemão Neuer.

Segundo notícias da imprensa da Europa, Júlio César até recebeu propostas para seguir no continente, mas seu alto salário afastaria interessados.

Nesta terça-feira, no único treino antes do amistoso contra a Suíça, Felipão deve escalar Júlio César como titular, apesar da ótima fase de seu reserva, o botafoguense Jefferson.

VEJA A EVOLUÇÃO DE MERCADOS DOS DEZ MELHORES GOLEIROS DE 2010:

Casillas, de 28 milhões de euros para 26,5 milhões

Júlio César, de 22 milhões de euros para 2,6 milhões

Peter Cech, de 23 milhões de euros para 22 milhões

Neuer, de 16 milhões de euros para 24,5 milhões

Stekelenburg, de 7,9 milhões de euros para 4,8 milhões

Valdés, de 16 milhões de euros para 8,8 milhões

Muslera, de 6,6 milhões de euros para 14 milhões

Van der Sar, de 4 milhões de euros para a aposentadoria

Buffon, de 27 milhões de euros para 6,6 milhões

Howard, de 8,4 milhões de euros para 2,2 milhões


Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE