AMARANTE

Esportes

Elétrico, Pikachu decide e Fortaleza vence Ceará na Copa do Brasil

Publicado em

Esportes

Deu Fortaleza no primeiro Clássico-Rei das oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (22), o Leão do Pici derrotou o Ceará por 2 a 0 na Arena Castelão, na capital cearense, abrindo vantagem no confronto valendo um lugar nas quartas de final da competição. O ala Yago Pikachu foi o protagonista, fazendo os dois gols do jogo.

A partida de volta será no dia 13 de julho, outra quarta-feira, novamente na Arena Castelão, às 20h (horário de Brasília). O Tricolor se classifica mesmo se perder por um gol de diferença. O Vozão precisa ganhar por três ou mais gols de diferença para avançar no tempo normal. Se o Alvinegro vencer por dois gols de saldo, a vaga será decidida nos pênaltis.

Não fosse Marcelo Boeck, o Ceará teria ido para o intervalo em vantagem. Não uma superioridade tão significativa, mas porque o goleiro fez pelo menos duas ótimas defesas. Aos 31 minutos, o atacante Lima ajeitou para Richard finalizar, para intervenção do camisa 1 do Fortaleza. Cinco minutos depois, o também volante Richardson bateu cruzado e a bola desviou no zagueiro Titi, mas Boeck evitou o gol alvinegro.

Leia Também:  Brasil conhece rivais na Copa América de Basquete que será no país

O Leão do Pici retornou melhor para o segundo tempo, empurrando o Vozão no campo de defesa. A pressão deu certo aos sete minutos. Após cruzamento do atacante Moisés e finalização do volante Felipe, a bola sobrou para Yago Pikachu, que mandou para o gol.

Aos 22, João Ricardo evitou o segundo do Fortaleza, espalmando um chute forte do atacante Sílvio Romero, próximo à pequena área. Aos 36, porém, o goleiro derrubou Pikachu na pequena área, após passe de Moisés. O próprio ala cobrou a penalidade e aumentou a fatura do Tricolor. O Ceará quase descontou aos 44 minutos, em cabeçada à queima-roupa do zagueiro Luiz Otávio, mas Boeck fez grande defesa.

A dupla cearense volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. No sábado (25), às 21h, o Fortaleza desafia o Atlético-MG no Mineirão, em Belo Horizonte. No domingo (26), às 18h, o Ceará recebe o Atlético-GO na Arena Castelão. Os duelos valem pela 14ª rodada da competição.

Leia Também:  Partida entre Flamengo x Cuiabá já conta com 24 mil ingressos vendidos

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Campeonato Brasileiro de Boxe Elite reúne medalhistas olímpicos no RJ

Publicados

em

Construído para as provas de ciclismo da Olimpíada Rio 2016, o Velódromo da cidade maravilhosa abriu as portas para outra modalidade nesta segunda-feira (4): o Campeonato Brasileiro de Boxe Elite. As disputas masculina e feminina reunirão 173 atletas de todo o país, entre eles, expoentes como Beatriz Ferreira (prata nos Jogos de Tóquio e atual vice-campeã mundial nos 60 quilos), Keno Marley (vice-campeão mundial nos 86kg), e Abner Teixeira, bronze em Tóquio, nos 90 kg. A competição vai até domingo (10). 

As lutas começam a partir das 14h30 (horário de Brasil), em ringues no vão interno do Velódromo, no Parque Olímpico, na zona oeste do Rio. A entrada é gratuita, mediante inscrição online. As lutas também são transmitidas ao vivo no YouTube da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe). A programação e resultados são publicados diariamente, depois das 22h30, no site da entidade.

Na semana que vem, a partir do dia 14, o Velódromo do Parque Olímpico receberá o 1º Grand Prix Internacional, com 52 atletas, de países como  México, Argentina, Colômbia, Panamá, Paraguai e Equador. Serão 13 categorias de peso, entre masculino e feminino.

Leia Também:  Após Finalíssima masculina, Uefa e Conmebol anunciam edição feminina

Após os dois grandes eventos, Marcos Cândido de Brito, presidente da CBBoxe, projeta a possibilidade de o Parque Olímpico receber em 2023 um evento do calendário classificatório da modalidade para os Jogos de Paris 2024. 

“Queremos criar um círculo virtuoso. Essa presença de eventos de referência incentiva a garotada, os técnicos e os projetos a se desenvolverem. Com isso, mais atletas ganham condições de ter nível de seleção e de competir internacionalmente e o Brasil só tem a ganhar”, afirmou o dirigente em depoimento ao Ministério da Cidadania. 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Fonte: EBC Esportes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA