3:11 pm - domingo novembro 24, 9680

Maquinista de Amarante morre em colisão do metrô de THE com trem da Transnordestina

Edição e postagem: Denison Duarte, em 11-11-2015 18:17 | Última modificação: 12-11-2015 11:14
Hospital de Olhos

ATUALIZADA ÀS 20h46

O outro ocupante do metrô, o auxiliar de maquinista identificado como Aderson Luís do Nascimento, também é de Amarante. Em entrevista concedida à TV Cidade Verde, ele agradece a Deus por ter lhe preservado a vida. Aderson Luís conseguiu pular do trem em movimento segundos antes da colisão. “Foi tudo muito rápido. Foi Deus que me avisou. Eu apenas sei que consegui pular antes da batida”

O corpo de Gilvan Soares de Brito será encaminhado para o município de Amarante ainda nesta quarta-feira, 11, onde vai ser velado e sepultado. Os familiares, parentes e amigos, ainda consternados com a perda, começam a chegar ao local para confortar os familiares. Gilvan era filho de dona Marina e Seu Aristeu Brito, ambos já falecidos.

ATUALIZADA ÀS 19h33

Foram confirmadas pela empresa duas vítimas fatais, o maquinista Gilvan Soares Brito e o auxiliar de maquinista, funcionário da Transnordestina, Gilvan Camelo.

A cunhada de Gilvan Brito, Alda Maria, disse que seu esposo Denilson Brito, “tentou estabelecer contato com o irmão, mas quem atendeu a chamada foi outra pessoa”, foi quando souberam do acidente. Entristecida, ela afirmou que ainda ontem Gilvan falava sobre a falta de segurança no trabalho.

ATUALIZADA ÀS 18h17

O maquinista do metrô de Teresina, Gilvan Brito, 52, natural de Amarante, morreu na tarde desta quarta-feira, 11, durante uma colisão com um trem cargueiro da empresa Transnordestina, no acesso à ponte Wall Ferraz, no bairro Ilhotas, zona sul de Teresina.

De acordo com informações do portal Meio Norte, “o metrô de Teresina ia no sentido Dirceu para o Centro da capital, enquanto o trem da Transnordestina estava parado na linha férrea causando a colisão”.

O trem da empresa estava carregado de combustível quando foi atingido na traseira. “O metrô ficou destruído na frente e também saiu do trilho”, disse o portal.

Informações de testemunhas apontam que três pessoas estavam a bordo no metrô, dentre eles, dois maquinistas. “Um pulou antes da colisão”, disse uma das testemunhas ao assegurar que o mesmo teve ferimentos leves.

A testemunha afirma ainda que os outros dois ficaram presos às ferragens, sendo que um deles, o amarantino Gilvan Brito, teve morte imediata.

Policiais militares estiveram no local para conter a multidão, enquanto o Corpo de Bombeiros realizava o resgate das vítimas.

O vídeo foi feito por um cinegrafista amador não identificado

maquinista de Amarante

Foto: Ellyo Teixeira/G1

Foto: Ellyo Teixeira/G1

dji_0214

Foto: Magno Bonfim/TV Clube

20151111144357 20151111144358

20151111141914 (2) 20151111141914 (1)

Edição e postagem: Denison Duarte

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE