Menu...

23 de Janeiro de 2018

Força Tática libera frentista de Amarante por não ter nome citado em depoimentos de assaltantes


Hospital de Olhos

FRENTISTA LIBERADO – A prisão dos envolvidos no assalto ao gerente do posto Marciel, em Amarante, no último domingo (23), deixou controvérsias sobre a suposta participação do frentista do mesmo posto, identificado como Adilson de Sousa Santos.

Ele, residente no bairro Várzea em Amarante, foi apontado pela Força Tática como facilitador do assalto “por ter repassado informações privilegiadas aos assaltantes”.

De acordo com o texto da Força Tática enviado ao Somos Notícia, Adilson de Sousa Santos já estava preso pela participação no roubo.

“Contaram (os assaltantes) com as informações privilegiadas de outro frentista do posto *ADILSON DE SOUSA SANTOS* que também já está preso. ADILSON foi quem repassou todos os detalhes de quantia e trajeto do dinheiro da cidade de Amarante para a cidade de Regeneração”, diz o texto da polícia.

O roubo de R$ 7.400,00 do posto Marciel, ocorrido entre Amarante e Regeneração na manhã deste domingo, culminou também no roubo de uma moto que estaria sendo utilizada pelo gerente conhecido como Marcos, que também levava o dinheiro para o município de Regeneração.

Uma nova versão sobre Adilson de Sousa Santos foi divulgada pela Força Tática que, em nota publicada, assegura que, de acordo com os depoimentos, os assaltantes não tinham conhecimento que o gerente levava dinheiro consigo.

A afirmação da polícia posiciona Adilson de Sousa Santos como “liberado, visto que não teve o nome citado em nenhum dos depoimentos”.

A Força Tática publicou na noite desta segunda-feira um novo texto retificando a primeira informação e ratificando que os suspeitos tinham a intenção de roubar a moto e não o dinheiro.

TEXTO REPASSADO PELA FORÇA TÁTICA AO SOMOS NOTÍCIA; ADILSON É APONTADO COMO PARTICIPANTE DO ROUBO

“Por volta das 21:00 horas de hoje dia 23/04/2017, a guarnição da Força Tática da 2 Cia/18 BPM, composta pelo Cabo Giordano e os SDs Vilarinho e Lindomar, conseguiram prender os indivíduos *FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA VITALINO e ITALO LUIS FERREIRA DOS SANTOS*q assaltaram o frentista do posto de combustível Marciel dá cidade de Amarante, e levaram a quantia de R$ 7.400,00 (sete mil q quatrocentos reais), os contaram com as informações privilegiadas de outro frentista do posto de *ADILSON DE SOUSA SANTOS*q também já está preso, ADILSON foi quem repassou todos os detalhes de quantia e trajeto do dinheiro da cidade de Amarante para a cidade de Regeneração, o dinheiro a arma e a motocicleta roubada da vítima está escondido em um matagal entre as cidades de Amarante e Regeneração, estamos indo ao local fazer a apreensão do material e conduzir os Três acusados para a Delegacia de Polícia Civil de Água Branca para as providências!!”

TEXTO DA FORÇA TÁTICA EM QUE ADILSON É APONTADO COMO LIBERADO POR NÃO TER SIDO CITADO NOS DEPOIMENTOS

“Ontem, 23/04/17, a guarnição da força tática da 2Cia/18BPM prendeu os indivíduos que assaltaram o gerente do posto de combustível Marciel da cidade de Amarante. FRANCISCO DE ASSIS DA SILVA VITALINO E ÍTALO LUÍS FERREIRA DOS SANTOS confessaram em seus depoimentos que tinham a intenção de roubar a moto e não tinham conhecimento do dinheiro que o gerente do posto transportava. Informaram ainda não ter vinculo algum com o frentista apontado como um dos ajudantes, ADILSON DE SOUSA SANTOS. De acordo com a advogada Fernanda Oliveira Lira, ADILSON foi acusado sem antes ter sido colhido o depoimento dos principais suspeitos. Informou que ADILSON compareceu à delegacia de Amarante de forma espontânea e desacompanhado após ter recebido uma ligação do Patrão (dono do posto Marciel) para prestar informações sobre o caso. Ao chegar na delegacia foi surpreendido com a notícia que estava sendo detido porque um dos principais suspeitos teria apontado ele como facilitador. Todos os objetos do roubo foram recuperados e após depoimento da vítima, principais acusados e dos policiais, ADILSON foi liberado visto que não teve o nome citado em nenhum dos depoimentos. Nada que se faça apagará o constrangimento causado, mas as demais medidas cabíveis já estão sendo tomadas em relação a verdade dos fatos que não foi noticiada e a imagem divulgada que gerou tamanha repercussão.”

Termo de declaração do frentista liberado

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE