Menu...

Última Notícia

17 de dezembro de 2017

II Circuito Cultura Viva em Amarante tem recorde de inscritos; confira vídeos e fotos da abertura


Hospital de Olhos

ABERTURA DO CULTURA VIVA – O município de Amarante se transformou esta semana na capital da Cultura do Piauí com a realização do II Circuito Cultura Viva, executado pelo Ministério da Cultura. A abertura solene aconteceu no colégio Antonio Castro na manhã desta quarta-feira (15) com a participação do secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo, e da senadora Regina Sousa.

Aproximadamente mil jovens participaram do ato solene. As oito oficinas que estão acontecendo no município, segundo a organização, tiveram o maior número de inscritos por onde já passou o circuito. Ao todo, 653 pessoas estão realizando as oficinas, depois de esgotadas todas as vagas.

Participaram do evento o vice-prefeito, Mateus Vilarinho, assessores municipais e o presidente do Ponto de Cultura do bairro Escalvado, João Catita, e também vereadores e representantes das Igrejas evangélicas e católica de Amarante.

As oficinas que estão acontecendo são de teatro de bonecos, teatro, hip-hop, grafite, música, conserto e confecção de brinquedos, oficina de audiovisual e dança, envolvendo participantes de todas as idades.

Amarante recebeu nesta quarta-feira, representantes de 19 cidades do Piauí. Segundo a supervisora do Cultura Viva no Piauí, Gracivalda Albano, o objetivo do projeto “é mostrar para o Brasil a potencialidade cultural do estado”. “Todo artista será bem-vindo ao projeto, que vai dispor de dois palcos que serão montados para eles, que, sem dúvida, são a grandiosidade do evento”, complementou.

O padre Francisco Ronaldo falou da alegria em ver a efervescência cultural nos jovens de Amarante. “Sem dúvida alguma, é uma alegria ver um evento desse porte, e com tantos jovens. O município tem a oportunidade de manter vivas as suas tradições culturais que embelezam cada vez mais as nossas vidas.”

O presidente do Instituto de Águas do Piauí, Dr. Francisco Costa, falou da grandeza cultural do evento e acrescentou que o potencial cultural de Amarante deve estar associado ao turismo local. “O governador Wellington Dias tem se dedicado muito no trabalho para o nosso estado e tem buscado colocar as pessoas certas nos locais certos. Quero parabenizar ao secretário Fábio Novo, da Secretaria de Cultura. A cidade de Amarante tem toda uma história cultural, com seus museus e prédios históricos, além das comunidades quilombolas. É uma cultura que deve ser explorada ligada ao turismo.”

Emocionado, o secretário – Ronaldo Brandão, falou da contribuição municipal para a juventude e dos benefícios culturais do projeto Cultura Viva a Amarante. “É com muita alegria que damos a nossa contribuição para a juventude em um evento desse porte. Fomos às escolas e vimos a alegria do nosso povo. Esse é, sem dúvida, um projeto para lapidar esses talentos. Esse projeto chega para que ele se descubram e manifestem o que têm de melhor. Eu agradeço a Deus, à equipe da nossa secretaria e ao Seu João Catita – pois se não fosse por ele, esse projeto não chegaria até nós. Afinal, Amarante voltou ao seu lugar, culturalmente falando, de onde nunca deveria ter saído.”

Representando o prefeito Diego Teixeira, o vice-prefeito – Mateus Vilarinho, reforçou o compromisso da gestão em resgatar a cultura de Amarante. “Quero, primeiramente, agradecer a Deus por estarmos juntos neste momento. Quero parabenizar ao secretário de Cultura, Ronaldo Brandão, e ao nosso secretário de Estado – Fábio Novo. A cultura de Amarante tinha desaparecido. Agora, nós estamos buscando resgatar porque foi um compromisso nosso. Quero pedir a todos que aproveitem essa oportunidade.”

Ao SOMOS NOTÍCIA, o prefeito afirmou que Amarante vive um momento ímpar na sua cultural. Ele disse acreditar que o projeto Cultura Viva possibilita mudanças importantes no processo de formação cultural dos jovens.

“Eu gostaria que todos os municípios do nosso estado tivessem a oportunidade que estamos tendo esta semana. O II Circuito, que possibilita mudanças importantes no processo de formação cultural dos jovens, é espetacular pela sua natureza porque busca valorizar a essência cultural do nosso povo. Somos gratos ao Ministério da Cultura pela criação do projeto e ao Governo do Piauí, por meio do secretário Fábio Novo, por possibilitar que o Cultura Viva tenha chegado a Amarante, pois hoje estamos mostrando o quanto temos de talentos e o quanto nossas manifestações embelezam a nossa cultura”, disse o gestor.

O presidente do Ponto de Cultura, João Catita, afirmou que é um prazer ver de perto o quanto Amarante é rica em cultura. “A alegria é muito grande com esse trabalho. O melhor é vermos o interesse desses meninos em relação à nossa cultura.”

A diversidade cultural, segundo o secretário de Estado da Cultura – Fábio Novo, mostra, por meio do projeto, o interesse da juventude pelo fazer cultural. “Eu não tenho dúvidas que Amarante a partir de agora passa a ter um olhar especial para a cultura. Aqui, vamos descobrir e lapidar talentos. As oficinas são as mais diversas possíveis. A cultura é diversa, ela é plural e atinge a todos. Esmagadoramente a maioria é de jovens, e isso mostra o interesse da juventude pelo fazer cultural. Estamos fechando essa etapa de 2017, e eu posso lhe garantir que estamos fechando muito bem porque é a cidade onde tivemos o maior número de inscrições (653). Isso mostra que o circuito chega bem avaliado nesse final de 2017.”

Em entrevista ao SOMOS NOTÍCIA, a senadora Regina Sousa, mencionou o Cultura Viva faz com que o Piauí seja reconhecido pelo ângulo cultural em todo o país. Segundo ela, a ação vai integrar culturalmente todos os municípios.

“Esse circuito reverte a concepção que as pessoas têm de cultura. Geralmente, quando se fala em cultura, se pensa em teatro ou uma banda de forró tocando para o público. As pessoas não se sentem produtoras de cultura. Aqui tem gente que sabe fazer coisas que só eles sabem fazer, isso tem que ser mostrado. Amarante vai mostrar a sua cultura viva para o mundo. Temos que, realmente, incentivar esses meninos a mostrar todo esse talento para o mundo. Tem que mostrar o valor cultural que o município tem e dar a chance para os meninos aprenderem outras coisas. É preciso que o Piauí seja conhecido também por este ângulo da cultura. Foi uma felicidade o Fábio estar à frente dessa secretaria. Quando ele terminar esse trabalho todo, o Piauí vai estar integrado culturalmente.”

Durante a abertura do Cultura Viva, houve apresentações com talentos locais, além da dança do Cavalo Piancó. As oficinas, com os 653 inscritos, vão mostrar ao público ao final das aulas as habilidades adquiridas pelos participantes.

Um palco está montado ao lado da prefeitura onde já aconteceu na primeira noite exibição das manifestações culturais locais. Um segundo palco será montado no final de semana, onde haverá apresentações de outros municípios, incluindo Amarante.

Abertura do Cultura Viva (Vídeos: Denison Duarte)

Abertura do Cultura Viva, em Amarante (Fotos: Denison Duarte)


Tags:

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE