Espaços culturais dominam os quarteirões da Avenida Paulista

Espaços culturais dominam os quarteirões da Avenida Paulista

Notícias Corporativas

A Avenida Paulista, um dos principais espaços da cidade de São Paulo, foi marcada por mais um aniversário de sua inauguração no dia 8 de dezembro. A via, inaugurada em 1891, foi planejada para ser um espaço largo, arborizado e plano, e mantém suas características até os dias atuais, considerado um dos polos culturais de maior evidência da cidade.

Logo após sua inauguração, a Avenida passou a ser ocupada pelas famílias ricas de São Paulo, dando origem aos conhecidos casarões da região. Contudo, ao longo dos anos, edifícios comerciais, bancos e instituições culturais passaram a se instalar nos seus pouco menos de três quilômetros de extensão. Atualmente, o local é palco para manifestações populares, celebrações, além de possuir muitos espaços culturais abertos para visitação.

Inspirados pela iniciativa Museum Mile, que teve início na década de 1970 em Nova Iorque, algumas das instituições da Avenida Paulista criaram, em 2017, a Paulista Cultural, iniciativa para propor diálogo e intercâmbio cultural entre Casa das Rosas, Centro Cultural Fiesp, Instituto Moreira Salles (IMS), Itaú Cultural, Japan House São Paulo (JHSP), Museu de Arte de São Paulo (MASP) e Sesc Avenida Paulista. Periodicamente, as instituições se articulam com o objetivo de fortalecer a vocação de eixo cultural da avenida.

Construída em 1935 e antigo lar da família Ramos de Azevedo, a Casa das Rosas foi restaurada e transformada em espaço cultural pouco menos de 60 anos após sua construção. Atualmente, o casarão oferece palestras, exposições, apresentações literárias, musicais e teatrais e é conhecido por seus jardins de roseiras, que dão o nome ao espaço.

Do outro lado da avenida, está a Japan House São Paulo, primeiro dos três polos de difusão da cultura japonesa espalhados pelo mundo. Inaugurada em 2017, a JHSP é facilmente reconhecida por sua fachada de arquitetura contemporânea japonesa, criada a partir de madeiras de encaixe projetadas pelo arquiteto Kengo Kuma. Com entrada gratuita ao público, a instituição oferece exposições, palestras, oficinas, atividades gastronômicas, entre outras programações voltadas para diferentes temáticas da cultura nipônica. A JHSP também é um ponto de parada para quem gosta de pedalar pela ciclovia da Avenida Paulista, aberta para o livre trânsito dos pedestres aos domingos, por conter um bicicletário exclusivo e gratuito para os ciclistas que queiram estacionar suas bicicletas no estacionamento do 1º subsolo.

Um dos últimos centros culturais a abrir suas portas, em 2018, o Sesc Avenida Paulista atrai inúmeros visitantes todos os dias para apreciarem a vista da própria avenida do alto de seu mirante no 17° andar. O prédio de arquitetura moderna ainda abriga diversos espaços para lazer e cultura, incluindo uma biblioteca onde são realizadas oficinas,  contações de histórias, encontros com escritores; áreas para práticas esportivas, e salas dedicadas a oficinas, palestras, cursos, exposições, apresentações teatrais e musicais.

Ao lado do Sesc, o Itaú Cultural preenche mais uma esquina da Avenida desde 2014 com manifestações culturais e artísticas. O último andar do espaço abriga uma exposição permanente, que revela 500 anos da história do Brasil. Reunindo quadros, ilustrações, esculturas, livros, roupas, mapas, entre mais de 1300 artefatos da história nacional, a mostra narra desde a chegada portuguesa ao país até o Brasil do século XIX. O Itaú Cultural ainda é palco para peças de teatro, apresentações musicais e atividades artísticas, mostras itinerantes e oficinas.

Mais adiante, fica o Centro Cultural Fiesp, espaço administrado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi-SP), que recebe exposições, apresentações, palestras, oficinas, mostras de cinema, literatura e música ao longo do ano. O edifício em formato de pirâmide se destaca no cenário urbano pelo grande painel de LED que ocupa sua fachada e exibe mostras de arte digital e intervenções artísticas variadas. O andar térreo e o primeiro subsolo do complexo ainda concentram duas galerias de arte, uma galeria para mostras fotográficas, a livraria da Sesi-SP Editora e o tradicional Teatro do Sesi-SP.

Ícone da Avenida Paulista, o MASP carrega uma importância histórica equivalente à da própria avenida. Sua arquitetura assinada por Lina Bo Bardi, é um dos principais marcos do século XX, abrigando um acervo de mais de 11 mil obras de origem europeia, africana, asiática e das Américas. Primeiro museu de arte moderna do país, o MASP é um espaço com uma programação plural para além das mostras, com seminários, oficinas, cursos e exibição de filmes – um dos polos culturais de maior destaque a nível mundial.

No outro extremo da avenida, em um moderno prédio envidraçado fica o Instituto Moreira Salles, responsável por operar uma programação cultural voltada à fotografia, literatura, música e cinema. Inaugurado em 2017, o IMS é composto por um cineteatro que recebe diversos eventos, uma biblioteca de fotografia completa e salas de aula para ofertar esporadicamente seminários, cursos e oficinas. Além de sua gama de exposições itinerantes, o IMS também conta, desde 2019, com a escultura Echo, do artista americano Richard Serra, instalada permanentemente no jardim externo do prédio. Com visitação aberta e entrada gratuita, o IMS fecha o roteiro cultural da Avenida Paulista.

Serviço:
Casa das Rosas
Av. Paulista, 37
Horários: terça-feira a domingo – jardim, das 7h às 22h; museu, das 10h às 18h (entrada até 17h30)
Entrada gratuita

Japan House São Paulo
Av. Paulista, 52
Horários: terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábados, das 9h às 19h; domingos e feriados, das 9h às 18h
Entrada gratuita

Sesc Avenida Paulista
Av. Paulista, 119
Horários: terça a sexta-feira, das 10h às 21h30
Entrada gratuita

Itaú Cultural
Av. Paulista, 149
Horários: terça-feira a sábado, das 11h às 20h; domingos e feriados, das 11h às 19h
Entrada gratuita

Centro Cultural Fiesp
Av. Paulista, 1313
Horários: terça-feira a domingo, das 10h às 20h
Entrada gratuita

MASP
Av. Paulista, 1578
Horários: terça-feira, das 10h às 20h (entrada até 19h); quarta-feira a domingo, das 10h às 18h (entrada até às 17h)
Entrada gratuita às terças e na primeira quinta-feira do mês
Reserva online de ingressos a partir de R$30 no site.

IMS Paulista
Av. Paulista, 2424
Horários: terça a domingo, das 10h às 20h
Entrada gratuita

Compartilhe este post
Casa da Roca e PetCitopatologista Dra JosileneAri ClinicaAfonsinho AmaranteMegalink AmaranteFinsolComercial Sousa Netoclinica e laboratorio sao goncaloCetec AmaranteEducandario Menino JesusMercadinho AfonsinhoAlternância de BannersNacional GasFaculdade EstacioPax Uni~ão AmarantePax Uni~ão AmaranteDr. JosiasPier RestobarPax Uni~ão AmaranteHospital de OlhosIdeal Web, em AmaranteSuper CarnesInterativa