AMARANTE

Piauí

Wellington Dias inaugura sistema integrado de fiscalização do Posto Fiscal da Tabuleta

Publicado em

Piauí


O governador Wellington Dias e o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, inauguraram nesta quinta-feira (28) o sistema integrado de fiscalização do Posto Fiscal da Tabuleta, um dos mais importantes do estado. O sistema contempla a operacionalização dos equipamentos de inspeção como raio x e balanças.

A solenidade contou com a presença do secretário de Segurança, Coronel Rubens Pereira, e dos superintendentes da Sefaz Emílio Junior (Receita Estadual) e Antônio Luiz (Gestão), além de servidores da Secretaria da Fazenda, representantes de entidades sindicais e outras autoridades.

governador

Com estes equipamentos, o Posto Fiscal terá tecnologia para detectar placas com o devido registro das mesmas em banco de dados específico; câmeras de grande alcance e qualidade de imagem para monitoramento de veículos e cargas.

O raio-x, por exemplo, usa tecnologia não intrusiva, ou seja, sem necessidade de inspeção interna. O objetivo é ter mais precisão no processo de fiscalização. Em média, 120 caminhões podem ser escaneados por hora.

“É um sistema robusto, onde foram investidos mais de 10 milhões de reais. Ele envolve um scanner para caminhões, que garante duas coisas basicamente: primeiro uma segurança maior, pois os caminhões serão fiscalizados usando uma tecnologia que vai impedir uma série de ilícitos que poderia eventualmente haver no transporte de cargas e, segundo, agilidade na liberação dos caminhões. É mais modernidade, mais tecnologia a serviço do contribuinte e da segurança pública de toda a sociedade”, disse o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles.

Leia Também:  Medidas de distanciamento foram adotadas por quase toda a população piauiense em julho, diz IBGE

posto1

O sistema de fiscalização também utiliza software de integração de imagens, OCR, balança e equipamento de inspeção de cargas através de raios-x com o sistema atual de fiscalização, além do monitoramento dos veículos que transitam dentro do posto e da gestão e automatização das diligências oriundas do processo de fiscalização no local.

Esse sistema permite identificar facilmente cargas com volume ou conteúdo diferente do especificado nas notas fiscais, veículos com fundo falso, objetos e cargas escondidas em locais de difícil acesso, como tanques de combustível, pneus, interior de painéis, bancos, forração de portas e outas partes ocas de chassi e carrocerias.

“É o que chamamos de pró-modernidade e mais eficiência. A tecnologia que já ajuda em áreas como educação, saúde e áreas administrativas também está chegando na área fiscal, no controle tributário. Quando a gente tem um sistema eficiente é bom para todo mundo. Isso evita sonegação, garante equilíbrio entre os empreendedores, torna mais ágil e garante mais segurança pública”, afirmou o governador Wellington Dias.

Leia Também:  MPPI promove II Webinar sobre a temática de prevenção e combate de queimadas e incêndios florestais

posto2

“Essa tecnologia tem dois apelos: a parte fiscal e tributária e a parte de segurança pública. O funcionário não precisa colocar a mão no caminhão, ele consegue ver tudo dentro do posto fiscal e o sitema está integrado com a Secretaria da Fazenda. Então traz um benefício para sociedade muito grande, tanto do ponto de vista da segurança pública, como na área fiscal”, explica Jonatas Leite, diretor-executivo da VMI Sistema de Segurança, responsável pela instalação do equipamento.

O presidente do  Sindicato dos Transportadores de Cargas no Estado do Piauí, Humberto Lopes, disse que a entidade é uma dos mais contempladas com toda a evolução dessa fiscalização integrada. “Hoje a agente já fica feliz quando chega e já libera o caminhão para fazer a entrega das mercadorias, favorecendo o empresariado, o cliente que espera os produtos. Então isso é um grande avanço que veio favorecer a todos”, afirmou.

posto3

O sistema custou quase R$ 14 milhões, sendo R$ 11,2 milhões em equipamentos e R$ 2,7 milhões em serviços. Os recursos são provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através do Projeto de Modernização da Gestão Fiscal do Estado do Piauí (Profisco II).

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

Projeto irá capacitar ex-dependentes químicos e os familiares

Publicados

em


O Governo do Estado por meio da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas do Piauí (Cendrogas) realizou nesta quarta-feira (01), solenidade de assinatura do Termo de Fomento com a Fazenda da Paz, para execução do Projeto de Reinserção Social.

O projeto tem como objetivo capacitar os egressos de Comunidades Terapêuticas e seus familiares em situação de vulnerabilidade social objetivando a inserção/reinserção ao mercado de trabalho, promovendo a atenção integral através do trabalho em rede com as unidades públicas de assistência social.

Representando o governador Wellington Dias, a vice-governadora Regina Sousa falou da importância do Estado ajudar na oferta de capacitação para quem busca o tratamento da dependência química.

“Fico feliz de estarmos hoje assinando essa parceria como forma de apoiar a formação e capacitação dos acolhidos em Comunidades Terapêuticas”, afirmou Regina.

Através do Projeto serão ofertados cursos de marcenaria, serviços gerais, doces e salgados, mecânica de motos e manutenção predial, atendendo diretamente 480 egressos e indiretamente mais de 1.500 familiares. Estas capacitações serão oferecidas no Centro de Reinserção Padre Pedro Baizi, localizado na Rua Simplício Mendes, 1698, Bairro Vermelha.

Leia Também:  Piauienses se unem em campanha e pedem ajuda para doação de sangue ao menino Gabriel Santos

“A Cendrogas, juntamente com a Fazenda da Paz, celebra este Termo que tem o objetivo de capacitar os egressos e seus familiares, preparando eles para o mercado de trabalho. No início serão oferecidos 5 cursos”, informou Cida Santiago.

Célio Luiz Barbosa, coordenador geral da entidade executora do projeto e presidente da Federação Nacional das Comunidades Terapêuticas (FENACT), reforçou o pioneirismo desta ação no Piauí.

“Para nós que trabalhamos há 27 anos com a Política Sobre Drogas, este passo de hoje é muito importante, pois este feito da reinserção social é pioneiro em todo Brasil. Chegaremos com este projeto em todas as CTs do Piauí e com isso estaremos exportando a nossa mão de obra. Agradecemos também o exemplo de fortalecimento dado pelo Governo do Estado através da Cendrogas no combate e enfrentamento às Drogas”, falou Célio Barbosa.

Um dos exemplos de como a capacitação tem dado certo, é o ex-dependente químico, Cícero Feitosa, que foi tratado na Fazenda da Paz e hoje é colaborador da entidade há mais de 15 anos.

Leia Também:  MPPI ingressa com ação contra município de São João da Varjota por contratações temporárias irregulares

“O próprio tratamento me ensina a voltar para a sociedade através dos cursos e com isso sair com uma garantia a mais, pois pude sair com uma força a mais para encarar a sociedade. A importância de sair com um diploma de curso profissional, vai me fazer capaz de ser reinserido na sociedade”, finalizou Cícero.

Participaram também da solenidade, a presidente da Fazenda da Paz, Eneida Lustosa, o assessor técnico e a gerente de prevenção e acolhimento da Cendrogas, Sâmio Falcão e Pollyana Menezes, respectivamente.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA