AMARANTE

Piauí

Wellington Dias defende vacinação para combate à covid-19

Publicado em

Piauí


Ao falar nas considerações finais da sessão virtual de hoje (11), o governador Wellington Dias defendeu a vacinação da população para combate à pandemia do novo coronavírus. Ele disse que não há necessidade no momento de “medidas tão radicais” como o confinamento geral da população.
Wellington Dias afirmou que um lockdown total somente será garantido  com o uso das forças armadas porque as pessoas não poderão sair de casa e os médicos têm que ficar nos hospitais. O chefe do Poder Executivo estadual assinalou que não há necessidade de reabertura do hospital de campanha no momento porque o Piauí não tem colapso de leitos clínicos. Ele frisou que os artistas e garçons piauienses terão ajuda do Estado, mas que cabe ao Governo Federal adotar medidas sociais, como o auxílio emergencial.
O Piauí participará da aquisição de vacinas que será feita pelo Consórcio Nordeste, totalizando 20 milhões de doses e informou que houve uma queda acentuada nos casos de internações de pessoas com mais de 85 anos que foram imunizadas contra a Covid-19.
O secretário de Saúde, Florentino Neto, disse, no final da sessão, que será realizada licitação para compra de mais testes rápidos para identificar as pessoas que tenham sido acometidas pela Covid-19 e que o Hospital de Campo Maior ganhará uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ele agradeceu aos deputados pela sessão que debateu a adoção de medidas contra a pandemia do novo coronavírus.
O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador José Ribamar Oliveira, e a procuradora geral de Justiça, Carmelina Moura, destacaram a importância da sessão plenária sobre a Covid-19 realizada pela Assembleia Legislativa.

Presidente da APPM defende manutenção da aquisição de vacinas pelo SUS
 
O presidente da Associação Piauiense dos Municípios (APPM) Dr. Paulo César defendeu que a logística relativa à aquisição das vacinas contra a Covid-19 deve permanecer sob responsabilidade do Sistema Único de Saúde (SUS).  De acordo com Dr. Paulo César, que é prefeito de Francinópolis, a Associação tem sido questionada sobre a possibilidade de aquisição de vacinas por parte dos municípios por meio da realização de consórcios públicos.  “A Frente Nacional dos Prefeitos publicou informações vislumbrando essa possibilidade. A nossa preocupação é que de acordo com o que foi aprovado, essa aquisição pode acontecer de maneira suplementar: caso a União não cumpra o Plano Nacional de Imunização (PNI) ou adquira as vacinas em quantidade insuficiente”, explica.
Segundo o presidente, uma possível adesão dos municípios a essa modalidade de consórcio pode trazer prejuízos ao PNI. “Isso pode acarretar o enfraquecimento do SUS e do Plano Nacional de Imunização e possibilitaria uma desigualdade regional. Aqueles municípios com condições iriam ao mercado adquirir, mas e aqueles que não têm condições? O Plano Nacional é a garantia da igualdade e da distribuição equânime e universal das vacinas. Além disso, compete a União a aquisição e distribuição de vacinas”, defende.
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) anunciou que o Piauí recebeu ontem (10) um lote de 36 mil doses da vacina Coronavac para imunização contra a Covid-19. 

Leia Também:  Em reunião com presidente do Senado sobre ICMS, Wellington Dias defende gasolina a R$ 4,50

J. Barros /Andreia Sousa – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Piauí

Avenida Maranhão receberá obras de esgotamento sanitário a partir de segunda (25)

Publicados

em


A partir da próxima segunda-feira (25), a Águas de Teresina avançará com mais uma etapa das obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário na cidade. Nesta fase, a concessionária fará a implantação de 4,3 quilômetros de uma linha de recalque que beneficiará diretamente 12 mil moradores nos bairros Aeroporto, Alvorada e Itaperu. Somente nesta etapa serão aplicados aproximadamente R$ 10 milhões.

A linha de recalque tem a função de garantir o perfeito bombeamento do esgoto coletado. A tubulação que será implantada em trecho na avenida Maranhão irá mandar o esgoto da Estação Elevatória de Esgoto Aeroporto até a Estação de Tratamento de Esgoto Pirajá (ETE-Pirajá). Cerca de 30 profissionais estarão envolvidos nos trabalhos que devem durar aproximadamente 20 dias.

“A linha de recalque é um dos equipamentos que se integra ao conjunto de obras que estamos executando na zona Norte da cidade, mais especificamente nos bairros que compõe o projeto Lagoas do Norte. São intervenções que irão ampliar o acesso ao serviço de esgotamento sanitário e melhorar consideravelmente as condições sanitárias nessa região de Teresina”, destaca Cassiano Costa, gerente de Engenharia da Águas de Teresina.

Leia Também:  Sejus promove curso de manipulação de alimentos em unidade penal de Oeiras

*Entenda mais*

Para viabilizar os trabalhos, será necessária a interdição temporária de um trecho da avenida Maranhão compreendido entre as ruas Ceará e Espírito Santo, nas proximidades da ETE Pirajá. Toda a área estará devidamente sinalizada e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) dará o suporte necessário para orientar o tráfego de veículos na região.

Durante o período de obra, a orientação é para que o condutor que irá transitar no sentido Norte-Centro siga na avenida Maranhão até a rua Espírito Santo, onde ocorrerá um estreitamento de pista. O condutor deverá seguir apenas na pista de rolamento da direita. Já quem vai transitar no sentido Centro-Norte, deverá seguir na avenida Maranhão até as proximidades da rua Ceará e fazer uma leve curva à esquerda no retorno seguinte, seguindo pela faixa contrária da avenida até a rua Espírito Santo, onde fará uma leve curva à direita e seguir o fluxo normal.

*Conheça a segunda frente de obras*

Além da implantação da linha de recalque na avenida Maranhão, a Águas de Teresina também está com obras bem avançadas no bairro Aeroporto, onde equipes trabalham para implantar as novas redes coletoras. Nesta semana, um trecho da avenida Centenário ficará temporariamente interditado em razão dos trabalhos. Será no sentido Norte-Sul, entre a rua Batalha e a rua Gonçalves Lêdo, nas proximidades do restaurante Novo Point da Picanha. Toda a área também estará devidamente sinalizada e contará com o apoio da Strans.

Leia Também:  Em reunião com presidente do Senado sobre ICMS, Wellington Dias defende gasolina a R$ 4,50

Ao longo de todo o contrato de subconcessão, a Águas de Teresina aplicará o total de R$ 1,7 bilhão. Deste montante, 80% será para a ampliação do serviço de esgotamento.

Em quatro anos, Teresina já evoluiu sua cobertura de esgoto de 19% para 35,65%. A expectativa da empresa é encerrar o ano de 2021 com 40%. A concessionária está investindo R$ 23 milhões nesse pacote de obras na região do Lagoas do Norte, com previsão de entrega no primeiro semestre de 2022.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA