AMARANTE

Piauí

Videoconferência com participação de representante do MPPI lembra o Dia Estadual da Pessoa com Deficiência

Avatar

Publicado em

Piauí


Nesta quarta-feira (9), durante videoconferência organizada pelo Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONEDE/PI), a promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação e Cidadania (CAODEC), Flávia Gomes, representou o Ministério Público do Estado Piauí (MPPI). O evento virtual foi realizado em alusão ao Dia Estadual da Pessoa com Deficiência, comemorado em 9 de junho.

No Piauí, a data foi criada a partir da lei nº 5.341, de 29 de outubro de 2003, e visa homenagear as pessoas com deficiência do Estado. O mesmo dia também é festejado pela criação da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid) e do Conede-PI.

No evento, a representante do MPPI, discorreu acerca da atuação ministerial em prol da promoção dos direitos das pessoas com deficiência e destacou a simbologia da data. “Nessa data, parabenizo todas as pessoas com deficiência do Estado que seguem buscando maneiras para vivenciar ao máximo todas as diversas habilidades e forças que possuem e as instituições piauienses estão sempre buscando articular e implantar, cada vez mais, políticas públicas voltadas a essas pessoas”, destacou Flávia Gomes, que também é conselheira do CONEDE.

Leia Também:  Advogada oferece assistência jurídica gratuita a mães que têm crianças com microcefalia

O encontro foi marcado pela presença de órgãos atuantes no processo de formação e efetivação de políticas públicas voltadas para a pessoa com deficiência.

O MPPI possui, em Teresina, duas promotorias de Justiça especializadas na defesa dos direitos da pessoa com deficiência, titularizadas pelas promotoras de Justiça Marlúcia Evaristo (28ª) e Janaína Rose (33ª).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

Detentos contribuem com manutenção de unidades penais por todo o Piauí

Avatar

Publicados

em


O uso da mão de obra de detentos no sistema prisional é uma realidade nas 17 unidades penais do Piauí. Na Penitenciária Irmão Guido, localizada na BR 316, em Teresina, cerca de cem internos trabalham diariamente em serviços de manutenção do local.

Dentre as ações, a limpeza da unidade, desde os corredores às caixas de gordura, trabalhos de eletricidade, metalurgia, reformas estruturais e pinturas, além do auxílio no preparo das refeições para os próprios internos e servidores.

Para o gerente da unidade penal, o policial Giancarlo Oliveira, todos os trabalhos possuem importância para o melhor desenvolvimento da unidade. “Muitos deles ainda não têm um ofício, se têm, acabam aprendendo outro. Temos em média 100 internos trabalhando e todos esses trabalhos têm suas devidas importâncias. Todos proporcionam à unidade ser mais eficaz, além de ocupar os internos e garantir aprendizado e a remição das penas”, disse o gestor.

Fonte: Ascom Sejus
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo lança Programa de Pró-Equidade Gênero, Raça e Diversidade na sexta (4)
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA