AMARANTE

Piauí

Tribunal dá início à Formação Continuada para Conselheiros de Educação do Piauí

Publicado em

Piauí


O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), por meio da Escola de Gestão e Controle (EGC), deu início, na manhã desta terça-feira (03), à Formação Continuada para Conselheiros Municipais de Educação, reunindo mais 150 de conselheiros de todo o Estado. O ciclo iniciou com a palestra “O desafio da Gestão Democrática e Instituição dos Sistemas Municipais de Educação”, ministrada pelo professor Genuíno Bordignon. De maneira virtual, as formações seguirão um calendário já estabelecido, finalizando no dia 15 de outubro.

Na abertura do evento, a presidente do TCE-PI, conselheira Lilian Martins, deu boas-vindas ao público presente, destacando a importância desse momento para o futuro da educação no Piauí. Também compuseram a mesa de honra Maria Antônia Costa, coordenadora estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme); Flávia Cordeiro, promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI) e coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação e da Cidadania (CAODEC); e Regina Lúcia, vice-presidente da Uncime na região Centro-Oeste. O auditor Gilson Araújo, diretor de Fiscalizações Especializadas do TCE, fez a mediação.

Leia Também:  Bancário morre após infarto fulminante em agência do Banco do Brasil em Teresina

Para a presidente do TCE-PI, os conselheiros municipais devem conhecer, além da legislação estadual, o Plano Nacional de Educação (PNE), que estimula a constituição dos Conselhos Escolares e Municipais de Educação. A conselheira destacou, ainda, a importância da participação dos técnicos e servidores em formações para o cumprimento do controle social.

“Essa capacitação vai dar a garantia e a segurança para que os conselheiros possam intervir, em cada um dos seus municípios, da melhor forma possível. Seja orientando, estudando ou trabalhando para a efetividade das políticas públicas na educação”, afirmou a conselheira Lilian Martins.

Gilson Araújo também apontou a atuação do Tribunal de Contas no contexto educacional e a importância das palestras que serão realizadas. “Em 2019, foi criada, no TCE-PI, uma divisão especial voltada para a educação e, desde então, o Tribunal tem se aproximado das instituições ligadas à área. Nessa aproximação, percebemos essa demanda em meio aos conselhos municipais de educação, que manifestaram suas dificuldades em desenvolver os trabalhos por conta da falta de formação adequada”, disse.

Leia Também:  Representante do MPPI participa de reunião com motoristas e cobradores de ônibus sobre a situação do transporte público em Teresina

Dando início ao ciclo de formações, o professor Genuíno Bordignon apontou os principais termos contemplados no tema discutido, como educação, suas dimensões e importância da formação de sujeitos, na perspectiva de importantes teóricos. Além disso, foi pontuada a relação entre processos de gestão democrática e educação, que implica em um poder com responsabilidades, articulação e com canais representativos, como os Conselhos Municipais de Educação, entre outros tópicos. Genuíno é referência nacional nos estudos acerca dos conselhos de educação.

Por meio da formação, conselheiros e servidores técnicos das Secretarias Municipais de Educação desenvolverão competências para o exercício de suas funções. No dia 10 de agosto, das 9 às 11 horas, ocorrerá a próxima formação, com o tema “Sistemas, Conselhos e PMEs”.

Confira a programação completa:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

Blitz educativa chama a atenção para a responsabilidade no trânsito

Publicados

em


Na manhã desta quarta-feira (22), a Águas de Teresina realizou blitz educativa com o objetivo de trabalhar a conscientização para um trânsito mais seguro e humanizado com os condutores que trafegavam na avenida Professor Camilo Filho. A ação integra a programação da Semana Nacional de Trânsito e contou com a participação do Programa Vida no Trânsito (PVT), da Polícia Rodoviária Federal, Ciptran, Detran, Strans, Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual, Ciptran, Secretaria Estadual de Saúde e Samu.

“Cuidar de vidas é algo que está na natureza da Águas de Teresina. Segurança e percepção de risco são essenciais no cuidado com a vida, não só dos nossos colaboradores, como de todos da sociedade. Hoje, possuímos uma frota de mais de 200 veículos operacionais circulando pela capital, o que torna oportuno o desenvolvimento de atividades como essas com foco no comportamento atento e seguro de todos no trânsito”, destacou Fernando Lima, diretor-executivo da empresa.

A rota educativa consistiu na entrega de panfletos informativos, sacolinhas de lixo e orientações sobre as regras de trânsito e as medidas de segurança de motoristas e pedestres. Para a motociclista Railane Andrade, a iniciativa é bastante importante, uma vez que tem ocorrido muitos acidentes na capital, envolvendo principalmente condutores de moto. “Essa conscientização é essencial. Eu mesma fui vítima de acidente de trânsito, por conta da imprudência do outro, então é mais do que urgente, ações como esta”, detalhou.

Leia Também:  Piauiense morre a facadas ao se envolver em briga de trânsito em Minas Gerais

A iniciativa contou também com palestra ministrada pela Polícia Rodoviária Federal aos colaboradores da empresa. O inspetor Segundo, durante sua palestra, chamou a atenção para ações que prejudicam a segurança nas vias. “O trânsito é uma atividade social em que todos têm a mesma responsabilidade, no cuidado com a vida do outro e em manter a atenção durante a condução de um veículo, evitando ações que podem prejudicar uma direção segura, como atender o celular, por exemplo”, comentou.

O colaborador Edmar, do setor de Manutenção da Águas de Teresina, reforçou que recebeu orientações preciosas para o desenvolvimento de bons hábitos no trânsito. “A palestra tirou muitas dúvidas e trouxe informações importantes para o nosso dia a dia, mostrando o que é necessário para colocar em prática atitudes preventivas e que evitem acidentes”, disse.

De acordo com dados divulgados, recentemente, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, de cada 10 vítimas de acidentes fatais, 8 são homens e, nos últimos 17 anos, o número de acidentes envolvendo motocicletas subiram de 8% para 33%.

Leia Também:  Bancário morre após infarto fulminante em agência do Banco do Brasil em Teresina
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA