Menu...

16 de dezembro de 2017

Windows 10 será grátis mesmo para donos de versões piratas


Hospital de Olhos

Um dos focos da Microsoft para o Windows 10 é fazer com que ele seja usado pelo maior número de pessoas. Por isso, a empresa anunciou que além dos usuários de versões originais e mais antigas serem capazes de fazer a atualização de graça, até mesmo quem possui cópias falsas do software, com versões do Windows pirata, poderá fazer update do seu sistema operacional sem pagar nenhuma taxa.

A informação foi dada pelo vice-presidente executivo da Microsoft, Terry Myerson em uma entrevista à agência Reuters, que ocorreu durante o encontro Windows Hardware Engineering Community (WinHEC), que ocorre na China. A gigante de software ainda não revelou uma data específica para o lançamento do Windows 10, mas afirmou que ele deve chegar aos mercados no terceiro trimestre de 2015, em 190 países, com suporte a nada menos que 111 idiomas.

Parcerias na China

Myerson não deu detalhes sobre como o processo vai ocorrer ou se vão existir outras limitações para os usuários de cópias falsas, muito populares em toda Internet. A Microsoft já havia confirmado que usuários do Windows 7 e do Windows 8.1 poderiam atualizar seus sistemas de graça.

Durante a conferência, o vice presidente também revelou que a Microsoft firmou parcerias com as empresas LenovoTencentQihu 360 e Xiaomi para ajudar a disseminar o Windows 10 no mercado chinês. As ações incluem pacotes de software gratuitos para quem fizer a atualização até a disponibilização de servidores para distribuir o sistema operacional.

Windows Hello

A Microsoft aproveitou o WinHEC para demonstrar outros recursos que está implementando no Windows 10, como o sistema de biometria Windows Hello, que vai permitir trocar senhas por leitura facial, e uma versão do sistema operacional desenhada para ser usada especificamente em dispositivos com Internet das Coisas, que deve ser disponibilizada de graça após o lançamento oficial do software.

A expectativa da empresa é alcançar a marca de 25 milhões de dispositivos usando o Windows 10 em 2020 e, para isso, firmou novas parcerias com outras companhias do ramo, como Raspberry Pi,Intel e Qualcomm.

Myerson também introduziu a placa DragonBoard 410C, da Qualcomm, como sendo a primeira placa desenvolvida para o Windows 10, que contém Wi-Fi integrado, Bluetooth e GPS, além do chipset Snapdragon 410. 

“O Windows 10 é a única plataforma que suporta inovação em tantos tipos de hardware e nós estamos dispostos a investir no sucesso de nossos parceiros e em suas atividades de desenvolvimento”, afirma.

Fonte: globo.com

Denison Duarte – Amarante (PI)


Tags: ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE