Menu...

Última Notícia

11 de dezembro de 2017

Sony anuncia fita cassete que armazena 185 TB de dados


Hospital de Olhos

Quantidade é equivalente ao tanto que 3.700 discos de Blu-ray são capazes de guardar; número é recorde absoluto para um simples dispositivo

Falar em fita magnética em 2014 pode parecer completamente fora de tempo. Mas existe uma explicação plausível para isso.

Fitas de armazenamento ainda são bastante usadas para guardar grandes quantidades de dados. Elas são boas opções, muito mais baratas e consomem menos energia do que grandes data centers que precisam funcionar em tempo quase integral.

Elas perdem, em compensação, em velocidade de acesso. Ao invés de ser possível acessar qualquer informação, é preciso fazer uma busca temporal. Em outras palavras, é preciso colocar a fita no exato momento em que a informação foi salva para que ela possa ser acessada.

Mesmo assim, as fitas magnéticas ainda são uma opção de armazenamento confiável e barata para organizações que guardam enormes quantidades de dados. Coloque nessa lista órgãos do governo e empresas que fazem backups de dados armazenados em data centers.

Dentro dessa área, a nova fita da Sony é um recorde absoluto. Ela supera em mais de 70 vezes a capacidade de armazenamento das fitas usadas atualmente.

Para isso, a empresa japonesa desenvolveu um método de construir fitas usando “camadas magnéticas de nano grãos”. Isso consiste em partículas de medida microscópica para armazenamento, o que permitiu uma densidade muito maior por polegada de fita.

Os 185 TB de armazenamento seriam o equivalente à capacidade de mais de 3.700 discos de Blu-ray.

Recentemente a Sony e a Panasonic anunciaram em parceria a criação do Archival Disc. Ele é um disco óptico de armazenamento (tal qual um CD, DVD ou Blu-ray) com capacidade de até 1 TB de dados.

Mesmo assim, a nova fita magnética anunciada pela Sony dá uma lavada em capacidade de dados.

Fonte: 

 

Radar Financeira

Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE