AMARANTE

ESPORTES

Tatiana Weston-Webb leva o vice no Circuito Mundial de Surfe feminino

Publicado em

ESPORTES


A gaúcha Tatiana Weston-Webb ficou com o vice-campeonato mundial de surfe. Nesta terça-feira (14), a surfista de 25 anos foi batida pela havaiana Carissa Moore, agora cinco vezes vencedora do circuito, na decisão do WSL Finals, etapa disputada na praia de Lower Trestles, em San Clemente, Califórnia (Estados Unidos), que encerrou a temporada 2021.

Tatiana repetiu o feito de Silvana Lima, vice-campeã mundial em 2008 e em 2009. São as três melhores campanhas do surfe feminino do Brasil na história.

Foi a primeira vez em 45 anos que o circuito foi definido em uma série de baterias mata-mata, reunindo os cinco melhores do ranking masculino da Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês) e as cinco do feminino. Os líderes da temporada (Carissa, no caso das mulheres), entraram diretamente na decisão. Tatiana, como segunda colocada, teve que disputar uma fase anterior à final com a havaiana.

Leia Também:  Blackstar e Vila Nova miram reabilitação no Brasileiro de Basquete

Antes de enfrentar Carissa, Tatiana teve de encarar Sally Fitzgibbons. A brasileira passou a maior parte da bateria atrás da australiana, que obteve 11,73 de somatório (6,00 e 5,73 como maiores notas). A seis minutos do fim, precisando de pelo menos um 6,56, a gaúcha acertou uma sequência de manobras que rendeu uma nota 8,00, mais que suficiente para colocá-la na liderança e classificá-la à final.

A primeira bateria da decisão foi equilibrada, com Tatiana e Carissa se alternando na frente. A havaiana teve a maior nota (8,33), mas não conseguiu encaixar manobras mais ousadas em outras ondas, tendo 5,73 como segunda maior nota. A brasileira teve êxito na reta final, obtendo um 7,33 e um 7,87 nos minutos derradeiros, vencendo por 15,20 a 14,06.

Carissa iniciou a segunda bateria com tudo, conseguindo um 8,93, a maior nota da final, nos primeiros segundos. Tatiana esboçou reação com um 7,93 e podia ter assumido a liderança na quarta onda, mas não concluiu a manobra que trazia expectativa de uma nota acima de oito. No fim, a brasileira ainda fez um 7,67, mas a nota não só foi insuficiente para encostar na rival, como a havaiana cravou um 8,33, chegando a 17,26 de somatório (contra 15,60) e empatando a decisão.

Leia Também:  Velocidade excessiva foi causa principal do acidente de Tiger Woods

As duas primeiras boas ondas da bateria final foram aproveitadas por Carissa, que conseguiu uma nota 8,00 e um 7,00 em sequência. Tatiana respondeu com um 8,03, mas a havaiana não deu tempo para a brasileira respirar e já obteve um 8,60, aumentando o somatório para 16,60. A dois minutos do fim, a gaúcha acertou duas ótimas manobras, mas não concluiu a terceira e cravou apenas 6,17 na última tentativa (ela precisava de um 8,58). Melhor para a rival, que comemorou o quinto título mundial.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Líder Coritiba fica no 0 a 0 com o Vitória na Série B

Publicados

em


Jogando no estádio do Barradão, em Salvador, o Coritiba empatou em 0 a 0 com o Vitória nesta quarta-feira (22) e manteve a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro.

Após a igualdade na partida da 25ª rodada da competição, o Coxa alcançou os 49 pontos, mantendo a ponta da classificação. Já o Rubro-Negro Baiano terminou a rodada na 17ª posição, dentro da zona do rebaixamento, com 25 pontos.

Na próxima rodada, o Coritiba recebe o Guarani no Couto Pereira no sábado (25). No mesmo dia o Vitória visita o Londrina no estádio do Café.

Triunfo da Ponte Preta

Quem venceu nesta quarta pela competição foi a Ponte Preta, que bateu o Operário por 2 a 1 no estádio Germano Krüger. O resultado deixou a Macaca na 14ª posição com 29 pontos. Já o Fantasma é o 10º com 34 pontos.

O triunfo dos visitantes foi alcançado graças a gols do volante André Luiz e do atacante Rodrigão, enquanto o volante Marcelo descontou para o time da casa.

Leia Também:  Morre Alejandro Sabella, técnico finalista da Copa do Mundo de 2014

O Operário volta a entrar em campo no sábado, contra o Confiança. Um dia depois a Ponte Preta recebe o Brasil de Pelotas no estádio Moisés Lucarelli.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA