AMARANTE

ESPORTES

Sul-Americana: Bragantino apaga no segundo tempo e perde do Emelec

Avatar

Publicado em

ESPORTES


O primeiro jogo do Red Bull Bragantino como visitante na Copa Sul-Americana foi para ser esquecido pela torcida. Nesta quarta-feira (28), o Massa Bruta sofreu uma derrota de 3 a 0 para o aniversariante Emelec (Equador) no estádio George Capwell, na cidade equatoriana de Guayaquil. A partida foi válida pela segunda rodada do Grupo G.

O resultado isolou os anfitriões na ponta da chave, com seis pontos. Os paulistas seguem com três pontos, na segunda posição. Apenas o primeiro colocado de cada grupo se classifica à próxima fase da competição.

Apesar de superior no primeiro tempo, o Bragantino não conseguiu ter chances claras de gol. Na etapa final, o cenário se inverteu, com a diferença de que o Emelec foi eficiente. Aos três minutos, após cruzamento pela direita, o lateral Aderlan desviou para a própria meta, colocando os equatorianos à frente.

Leia Também:  Carioca: Flamengo e Volta Redonda começam disputa por vaga na final

Aos 18 minutos, o lateral Ángel Gracia cobrou escanteio pela esquerda e o meia Alexis Zapata, livre, ampliou para o Emelec. Aos 27, o volante Ricardo Ryller foi expulso após um pé alto para cima de Zapata. Aos 40 minutos, o lateral Romario Caicedo acertou o travessão e, na sequência da jogada, o atacante Alejandro Cabeza ficou com a sobra para definir o marcador.

O próximo compromisso do Bragantino pela Sul-Americana será na próxima quarta-feira (5), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Talleres (Argentina), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). Antes, o Massa Bruta recebe o Santos pela décima rodada do Campeonato Paulista.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Grêmio passa pelo Caxias e vai em busca do tetra no Campeonato Gaúcho

Avatar

Publicados

em


 O Campeonato Gaúcho vai ser novamente decidido em um Gre-Nal. O Tricolor derrotou o Caxias por 2 a 0 neste domingo (09), na Arena do Grêmio, e garantiu vaga na final. Superior na maior parte do jogo, o Tricolor construiu o placar com gols de Matheus Henrique e Ferreira.

O Tricolor segue invicto sob o comando de Tiago Nunes, com cinco vitórias em cinco partidas. O primeiro jogo da final entre Grêmio e Internacional será no próximo domingo (16).

O Grêmio começou pressionando e rondando a área adversária, mas com pouca efetividade. A primeira boa finalização foi do Caxias, aos 9 minutos. Diogo Oliveira avançou pela direita e cruzou, a bola sobrou para Tontini, que chutou forte. Geromel desviou e salvou o Tricolor. Na cobrança de escanteio, Bruno Ré subiu sozinho, cabeceou, e a bola passou raspando o travessão de Brenno.

Leia Também:  Canoagem slalom: seletiva nacional define equipe permanente

Depois de 27 minutos com o controle da bola, o Grêmio conseguiu sua primeira chegada e abriu o placar. Ferreira recebeu na linha de fundo pela direita, driblou o defensor, e cruzou na cabeça de Matheus Henrique, que mandou para o fundo da rede. O camisa 7 acabou sofrendo um chute no rosto na hora da finalização e desmaiou, mas se recuperou e voltou para a partida.

O Caxias respondeu cinco minutos depois, novamente com Tontini. Ele recebeu cruzamento de Diogo Oliveira e teve a chance de empatar, mas mandou por cima do gol de Brenno. A equipe visitante quase deixou tudo igual aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio de John Clay, Tiago Sales subiu sozinho para cabecear. Brenno salvou. No rebote, Giovane Santos tentou de carrinho, mas o goleiro do Grêmio se jogou na bola para evitar o gol.

No fim do primeiro tempo, o Grêmio chegou ao segundo, com Darlan, mas a arbitragem marcou impedimento e a partida foi para o intervalo com a vantagem mínima do Imortal Tricolor.

Leia Também:  Copa do Nordeste: nos acréscimos, Confiança busca empate com CSA

Na frente, o Grêmio passou a controlar o resultado na segunda etapa. Mesmo assim, foi a equipe que mais criou. Aos 23 minutos, Ferreira tocou para Churin, que bateu para o gol. Pitou espalmou e, no rebote, Ferreira driblou o goleiro, mas foi travado por Tiago Sales na hora do chute. No minuto seguinte, Ferreira puxou ataque pela esquerda, finalizou, e acertou o travessão do Caxias.

Ferreira queria jogo e foi premiado com um belo gol. Ele subiu novamente pela esquerda, driblou dois marcadores com apenas um toque e bateu colocado no canto de Marcelo Pitol para fechar o placar na Arena.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA