AMARANTE

Saúde

SP: plano amplia número de leitos exclusivos para covid-19

Publicado em

Saúde


Começou a vigorar na capital paulista, nessa quinta-feira (13), o Plano de Contingência Hospitalar, com reserva de leitos exclusivos para tratamento de pacientes com covid-19, que passam para 1.110. As acomodações são nos hospitais municipais Tide Setúbal, Waldomiro de Paula, Brasilândia, Guarapiranga, Parelheiros, Cachoeirinha, Menino Jesus e Professora Lydia Storópoli.

O plano inclui ampliação do horário de funcionamento, das 19h para 22h, a partir de segunda-feira (17), de 33 assistências médicas ambulatoriais (AMAs), unidades básicas de Saúde (UBSs), e AMAs/UBSs Integradas. Mais seis unidades, que atendem hoje durante 12 horas, passam a funcionar 24 horas. Também serão montadas 23 tendas para acolher a população nas unidades do município.

De acordo com informações da prefeitura, todos os parceiros já receberam autorização para contratação de médicos e equipes de enfermagem a fim de atender ao aumento de demanda nas unidades de Atenção Básica, a critério das coordenadorias regionais de Saúde (CRSs). Os profissionais ligados às organizações sociais de Saúde (OSSs), iniciarão o cronograma de pagamento de horas extras de 2021 em duas etapas – metade no primeiro trimestre e a outra metade no segundo.

Leia Também:  Em 2019, 38% da população tinha alguma dificuldade de acesso à água

“Os profissionais da administração direta, que iniciam o atendimento aos sábados, terão horas extras pagas juntamente com os salários. As OSSs estão autorizadas a comprar medicamentos e insumos de forma emergencial’, diz a prefeitura.

Está previsto para segunda-feira (17) o início da vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência física. Os pais terão de apresentar atestado médico, receita ou exames que comprovem a condição. A vacinação também estará disponível para crianças indígenas da mesma faixa etária.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, a cidade deverá receber hoje 60 mil doses de vacinas, que serão prontamente distribuídas às UBSs, responsáveis pela vacinação. “Iniciamos um novo passo na campanha de vacinação, com o atendimento às crianças. À medida que recebermos novas doses, abriremos a vacinação por faixa etária para que todas possam ser atendidas”, afirmou.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

DF vacinará crianças contra covid-19 a partir dos 8 anos de idade

Publicados

em


O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou em sua conta na rede social Twitter que irá ampliar a faixa etária de crianças para a vacinação contra a covid-19.

A partir de amanhã (19), poderão ser vacinadas crianças com idades entre 8 e 11 anos. Até hoje, a imunização só era permitida para crianças com comorbidades, deficiências permanentes com idades a partir de 11 anos.

O DF iniciou a vacinação de crianças no último domingo (16), com 11 postos abertos à população. Ontem (17), o GDF disponibilizou um serviço de imunização itinerante para o público infantil com dificuldades de locomoção. Atualmente, 14 pontos estão realizando a aplicação do imunizante da Pfizer.

Foram enviadas ao DF 16,3 mil doses. No total, o DF possui 268 mil crianças na faixa de 5 a 11 anos. Crianças que tenham tomado outras vacinas devem esperar pelo menos 15 dias antes de buscar a imunização contra covid-19.

Vacinação de crianças contra a covid-19  na UBS 5 de Taguatinga Sul Vacinação de crianças contra a covid-19  na UBS 5 de Taguatinga Sul

Vacinação de crianças contra a covid-19 na UBS 5 de Taguatinga Sul – José Cruz/Agência Brasil

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Covid-19: estado do Rio está com risco muito baixo pela segunda semana
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA