AMARANTE

PIAUÍ

Sesapi mantém estrutura Covid para atendimento de qualidade em São Raimundo Nonato

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


O Governo do Estado do Piauí vem trabalhando, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), a fim de manter uma estrutura de qualidade para o atendimento da Covid-19 em todas as unidades de saúde estaduais no território do Piauí. Um dos exemplos foram os investimentos no Hospital Regional Senador José Candido Ferraz, localizado em São Raimundo Nonato, que conta com uma estrutura de 20 leitos de UTI voltados para o atendimento de pacientes Covid-19.

A unidade conta também com cirurgião geral e anestesista com escalas de 24 horas por dia – dando suporte ao atendimento, laboratório automatizado, serviço de tomografia, canalização de oxigênio pela estrutura da unidade e 38 leitos clínicos que complementam o atendimento à população.

A diretora Nilvânia Nascimento destaca que o hospital conta com toda estrutura e serviços necessários para prestar um serviço adequado. “Hoje, após os investimentos feitos pelo governo do estado, através da Sesapi, contamos com uma estrutura para serviços e assistência contra a Covid-19 de qualidade. Temos também o serviço de hemodiálise na UTI e mais três ventiladores mecânicos, que utilizamos para realizar fisioterapia respiratória com ventilação não invasiva nos pacientes, técnica que usamos para tentar evitar a necessidade de intubação”, enumerou.

Leia Também:  Wellington Dias acerta parceria com prefeitura de Parnaíba para abrir mais leitos Covid

Devido à pandemia de Covid-19, o ambulatório da unidade foi suspenso. No entanto, o hospital ainda conta com um pronto socorro que mantém seus atendimentos e conta com nove leitos de observação e um leito de estabilização.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, destaca que o trabalho da Sesapi em garantir estrutura e serviços de saúde de qualidade para a população pode ser observado por toda a rede estadual. “Nós investimos em toda a nossa rede para o enfrentamento a pandemia, seja por ampliação de leitos ou melhorias estruturais. É preciso destacar ainda que continuamos o trabalho para melhorar, cada vez mais, nossas unidades e serviços. Hoje, estamos com quatro obras em andamento em unidades de saúde do estado (construção da Nova Maternidade de Teresina; novo Hospital de Picos; a reforma do Hospital Infantil Lucídio Portela e do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela) que vão evoluir nossa qualidade de atendimento para toda a população piauiense”, destaca o gestor.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PIAUÍ

Piauí dá início à vacinação das Pessoas com Deficiência Permanentes

Avatar

Publicados

em


Neste sábado (0) o Piauí deu início à vacinação contra a covid-19 das Pessoas com Deficiência permanentes. Na capital, no posto de drive thru do Teresina Shopping, a deputada federal Rejane Dias e o superintendente de Atenção Primária a Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães, acompanharam presencialmente a vacinação.

No Piauí, o público alvo foi ampliado. Neste sábado podem receber a vacina pessoas com deficiência permanente (58 e 59 anos), pessoas com transtorno do espectro do autismo (a partir de 18 anos), pessoas com Síndrome de Down (a partir de 18 anos) e pessoas com paralisia cerebral (a partir dos 18 anos).

“É uma importante conquista. O Ministério da Saúde reconheceu a necessidade da inclusão de pessoas com Síndrome de Down, autismo e paralisia cerebral por conta da sua vulnerabilidade. É um momento de alegria, estou presenciando a felicidade dos pais de verem os seus filhos recebendo a vacina e realmente é algo que nos emociona. Grande dia”, disse a deputada Rejane Dias.

Hérlon Guimarães explica que o Estado não seguiu o critério das pessoas que possuem o Cadastro de Prestação Continuada, estabelecido no Plano Nacional de Imunização. “Nós fizemos um instrutivo para que os 224 municípios do Piauí incluíssem no critério de prioridade as pessoas com autismo, Síndrome de Down e paralisia cerebral. Nós saímos na frente para que o maior número de pessoas com deficiência sejam imunizadas, portanto, é um dia importante para o nosso Estado”, afirmou o superintendente.

Leia Também:  Piauiense tem morte cerebral em SP, e família precisa de ajuda no Piauí

Para Maria do Socorro, mãe da Patrícia Oliveira, que possui Síndrome de Down, hoje é um dia de comemoração. “As pessoas com Síndrome de Down têm facilidade em contrair doenças pulmonares, então ficamos muito preocupados. Ela não sai de casa e não frequenta aulas presenciais, o que causa o seu estresse. Estávamos muito ansiosos pela vacina e finalmente esse dia chegou. É um alívio, vamos comemorar muito, mas continuaremos mantendo as medidas necessárias até o fim da pandemia”, pontuou.

Além das PCDs, as pessoas com comorbidades (18 a 59 anos), e gestantes e puérperas com comorbidades (a partir dos 18 anos) também se vacinam hoje. A vacina utilizada é a Covishield, do laboratório Astrazeneca, produzida em parceria com a Universidade de Oxford e a Fiocruz.

Vacinação de pessoas com deficiência
Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA