AMARANTE

Piauí

Sesapi cria comissão para executar Plano de Ação de melhorias na MDER

Publicado em

Piauí


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) criou uma comissão para executar um Plano de Ação na Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER) e Instituto de Perinatologia (IPS), que integra o Complexo da MDER. O objetivo é solucionar os problemas estruturais de alguns setores, atendendo a orientação do Conselho Regional de Medicina (CRM) e Ministério Público do Piauí (MP-PI).

Estiveram reunidos, nesta quinta-feira (26), data em que foi formada a comissão, o superintendente de Gestão da Rede de Média e Alta Complexidade (Sugmac), Alderico Tavares; superintendente de Organização do Sistema de Saúde, Jefferson Campelo; diretor da MDER, Francisco Macedo; diretor do HPM, tenente coronel Marcos Rogério e a diretora do Núcleo de Infraestrutura em Saúde (NIS), Jessica Galeno.

De acordo com o superintendente do Sistema de Saúde, Jefferson Campelo, será realizada uma força tarefa. “Vamos alinhar as ações para beneficiar a toda a população que é beneficiada com os serviços da Maternidade e do Instituto”, explicou.

A Secretaria de Saúde está contratando empresa para fazer as correções nos danos provocados pelas chuvas na Maternidade e no Instituto. Segundo o superintendente de Alta Complexidade da Sesapi, Alderico Tavares, será definido o cronograma da obra e feito todos os reparos. “Temos que nos antecipar ao período chuvoso e evitar novos danos para não prejudicar o atendimento ao público”, afirmou.

Leia Também:  Governador inaugura pavimentação asfáltica no açude Caldeirão, em Piripiri

No IPS, houve a queda de um trecho do muro, de aproximadamente 35 metros de extensão, que separa o instituto do Hospital da Polícia Militar do Piauí. A empresa responsável pelas correções nas danificações ocasionadas pelas chuvas nas duas unidades hospitalares – Hospital da Polícia Militar (HPM) e Instituto de Perinatologia Social (IPS) – já esteve no local para iniciar a reparação.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Piauí

Coordenadora do CAODEC representa MPPI na abertura de Formação Continuada para Conselheiros Municipais de Educação realizada pelo TCE-PI

Publicados

em


A promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação e Cidadania (CAODEC), Flávia Gomes Cordeiro, representou o Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), durante Formação Continuada para Conselheiros Municipais de Educação, realizada pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), nesta terça-feira (3).

Promovida de forma remota, a formação reúne conselheiros e servidores técnicos das Secretarias Municipais de Educação com o intuito de instruí-los sobre normatização e implantação educacional no âmbito dos Sistemas Municipais de Ensino.

Durante sete dias dos meses de agosto, setembro e outubro, servidores dos 224 municípios piauienses estudarão o papel dos Conselhos Municipais de Educação no processo de gestão democrática, fortalecendo as políticas públicas educacionais para garantir a educação pautada na legalidade. Serão apresentadas, ainda, as etapas do processo de fiscalização, como a concepção, desenvolvimento, operacionalização e avaliação do Plano Anual de Trabalho do Conselho.

Hoje, na abertura do evento, a coordenadora do CAODEC (órgão auxiliar do MPPI), exemplificou como a instituição ministerial tem atuado no processo de garantia do direito de aprender. “A gestão democrática é própria do processo educacional e os Conselhos de Educação representam isso. Nossa instituição assemelha-se muito aos Conselhos quando sempre realiza suas ações por meio da mediação dialógica. De forma coletiva, buscamos a construção de soluções para as questões que envolvam o processo educacional. Por isso, sempre participamos de espaços de debate como esse ocorrido hoje”, disse Flávia Gomes.

Leia Também:  Eletricista sofre choque elétrico, cai de poste e morre durante troca de lâmpada em Água Branca

Na abertura, a conselheira e presidente do TCE-PI, Lilian Martins, pontuou a parceria estabelecida entre o MPPI o TCE-PI na fiscalização da administração pública e efetivação de políticas públicas.

Algumas metas da formação foram explanadas pelo diretor de Fiscalizações Especializadas (DFESP) do TCE-PI, Gilson Araújo, e pela chefe da Divisão de Fiscalização da Educação do TCE-PI, Caroline Leite.

A professora e coordenadora estadual dos Conselhos Municipais de Educação no Piauí (UNCME), Lilica; a vice-presidente da região Centro-oeste – UNCME/MT, conselheira e professora Regina Lúcia Borges Araújo e o professor o Genuíno Bordignon, filósofo de formação, escritor e grande educador brasileiro, apresentaram dados e informações relevantes para a atuação de todos os partícipes.

Mais informações acerca da programação podem ser obtidas pelo telefone: (86) 3215-3927.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA