AMARANTE

PIAUÍ

Serviço Escola de Psicologia da Uespi capacita alunos e oferece atendimento gratuito

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


O Serviço Escola de Psicologia (SEP) da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) é responsável pelo estágio clínico dos alunos que estão nos períodos finais do Curso de Psicologia. Mais de 50 estudantes colaboram com a iniciativa que atende profissionais, alunos da Uespi e público externo.

De acordo com o coordenador de Estágio do Curso de Psicologia, Dyego de Carvalho Costa, o objetivo do SEP é preparar os alunos por meio do estágio para que eles desenvolvam habilidades terapêuticas nas especialidades da psicologia clínica.

“O estágio em clínica tem duração de 200 horas, sendo 100h em cada semestre. Os discentes se distribuem em cinco abordagens: Abordagem Centrada na Pessoa; Análise do Comportamento; Análise Bioenergética; Psicanálise e Terapia Cognitivo-comportamental. Cada uma dessas abordagens é supervisionada por um professor com experiência clínica na área”, esclareceu o professor.

Site do SEP para agendamentos

Alyson Livio, estudante do 10º período, participa do SEP e relata que a experiência adquirida tem sido positiva. “É um serviço gratuito para a comunidade e que oferece para mim possibilidades de crescimento profissional, além de me proporcionar experiências que vão somar para minha formação”, finalizou o aluno.

Leia Também:  ‘Vamos passar por um momento muito delicado’, diz Wellington Dias sobre o coronavírus

Serviços

Neste semestre, o SEP está atuando com 51 alunos, sendo 19 estudantes do 10º período e 32 do nono período. Desde março deste ano, o grupo realiza atendimentos virtuais.

Para o agendamento dos atendimentos, foi criado um site para atender a demanda. Contudo, após o procedimento inicial, as sessões são realizadas na plataforma Google Meet.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PIAUÍ

Saúde amplia distribuição de insulinas para pacientes atendidos na Atenção Básica

Avatar

Publicados

em


Os municípios piauienses ampliarão a distribuição de insulinas para pacientes portadores de Diabetes tipo 1 e 2, na Atenção Básica. As insulinas, em forma de canetas aplicadoras, começam a ser entregues aos municípios neste mês de abril, atendendo metade dos pacientes cadastrados. Antes, eram 30% dos pacientes.

O público preferencial para receber as canetas e agulhas é de pacientes com Diabetes tipo 1 ou 2, com idade igual ou menor que 19 anos ou com 50 anos ou mais. No entanto, cabe aos municípios adotarem suas estratégias de dispensação, de acordo com a realidade local e para melhor cobertura de saúde.

Rhilder Reis, coordenador do Componente Básico, da Diretoria Assistência Farmacêutica (DUAF), explica que as canetas aplicadoras de insulina têm como principal vantagem a melhoria da qualidade de vida do paciente. “Elas proporcionam mais facilidade no transporte e aplicação da insulina, diminui o incômodo no momento da aplicação e melhora a adesão ao tratamento. Por conseguinte, há também melhora no controle das taxas glicêmicas do paciente diabético”, afirma.

Leia Também:  Posso sair como posso ficar, afirmou Wilson

As secretarias municipais de Saúde já receberam a nota técnica da DUAF, com as informações para a dispensação das insulinas. A expectativa é que ainda este mês, os municípios recebam as insulinas para imediata distribuição aos pacientes.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA