3:11 pm - sábado novembro 24, 2108

Ministros próximos a Dilma consideram que batalha está quase perdida

Edição e postagem: Denison Duarte, em 13-04-2016 13:19 | Última modificação: 13-04-2016 13:25
Hospital de Olhos

Uma análise feita pelos ministros que estão mais próximos a presidente Dilma Rousseff concluiu que o governo passa pelo seu pior momento.

A coluna de Mônica Bergamo, jornalista da Folha de São Paulo, revelou que o núcleo que está mais próximo a ela teme que a batalha esteja virtualmente perdida.

Resta ao governo apenas um corpo a corpo, depois da debandada do PP, do PR e da maior parte do PSD.

O governo se sente obrigado a buscar votos deputado a deputado para, no Congresso, obter os 23 votos que necessita para derrotar o impeachment.

Antes de abandonar o barco, a grande maioria dos partidos que decidiram deixar o governo, resolveram conversar com o vice-presidente da República, Michel Temer.

Os ministros consideram que o desafio ainda é grande

A contagem realizada pelo governo e alguns cientistas políticos mostram, até agora, que Dilma contaria, supostamente, com no máximo 148 votos (8 do PSD, 3 do PSB, 17 do PR, 9 do PP, 5 do PTB, um do PFL, um do PEN, um do PT do B, dois da Rede, um do Pros, 6 do PTN, 2 do PHS, 10 do PC do B, 61 do PT, 6 do Psol e 15 do PDT).

Faltariam 23 para barrar o impedimento.

Edição e postagem: Denison Duarte

Com informações do MSN

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE