Menu...

18 de dezembro de 2017

Em caso de empate no segundo turno, Dilma vence; entenda


Hospital de Olhos

De acordo com a pesquisa MDA, divulgada na última terça-feira pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), o segundo turno da eleição presidencial deste ano está em empate técnico. A candidata Marina Silva aparece com 45,5% das intenções de voto, enquanto Dilma Rousseff teria 42,7%. E se houvesse um empate exato no total de votos válidos entre as duas candidatas?
A possibilidade é bastante improvável, mas não podemos dizer que é impossível. Nesse caso, de acordo com a Justiça Eleitoral, o critério de desempate é a idade dos candidatos – é eleito o mais velho.

A candidata do PSB nasceu em 08/02/1958 e a petista, em 14/12/1947. Portanto, caso o segundo turno termine exatamente empatado, a candidata Dilma Rousseff seria reeleita à Presidência da República.
Outras eleições
O critério de idade já foi utilizado como solução do empate entre candidatos em outras eleições. Em 2012, a disputa pela prefeitura da cidade de Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba, terminou empatada entre os candidatos Luiz da Costa (PMDB) e Marcos Zanetti (PDT). Cada um recebeu 3.869 votos. Na ocasião, o candidato do PMDB, com 59 anos, assumiu o cargo, já que o candidato do PDT tinha 41 anos.
A cidade já havia enfrentado essa situação em outras eleições. Em 2004 e 2008, dois candidatos à Câmara de Vereadores, depois de disputas bastante acirradas, terminaram empatados e o critério de idade foi aplicado nos dois casos.
Ainda em 2012, as eleições municipais de Bananal, cidade a 326 quilômetros de São Paulo, também terminaram empatadas. A candidata Mirian Bruno (PV) recebeu a mesma quantidade de votos que o seu concorrente, Peleco (PSDB): exatos 1.849. O candidato tucano era 14 anos mais jovem, fato que tornou Mirian Bruno prefeita.

Fonte: yahoo


Tags: , , , , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE