Menu...

21 de Janeiro de 2018

PF: Bando explodiu 5 agências no Piauí em menos de três meses


Hospital de Olhos

A operação deflagrada pela PF nesta quinta-feira (27) recebeu o nome de Santo Antônio. Ao todo, 64 homens de Teresina e Caxias (MA), com o apoio da Polícia Civil, estão atuando para cumprir 13 mandados de busca e apreensão e nove de prisão contra uma quadrilha especializada em utilizar explosivos para praticar roubo a bancos e correspondente bancários no Piauí, Maranhão e Pernambuco. A quadrilha que está sendo desarticulada tem como base de suporte a capital piauiense.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal através da 3ª Vara do Piauí e Vara Única de Caxias (MA).

O bando teve participação em crimes como o roubo à Caixa Econômica Federal de Campo Maior em 20 de agosto de 2013; à agência do Bradesco, casa lotérica e Correios da cidade de Afonso Cunha (MA), em 29 de agosto do mesmo ano; aos Correios de Amarante no último dia 23 de outubro; aos Correios de Demerval lobão em 7 de novembro de 2013, e às agências do Banco do Brasil e Bradesco de Amarante em 3 de novembro do ano passado.

Durante o cumprimento das prisões e apreensões foram recolhidas drogas, armas e munições em posse dos acusados.

A PF concederá entrevista coletiva à imprensa ainda na manhã de hoje.

Atualizada às 9h50
Do total de nove mandados de prisão, quatro já foram cumpridos pela Polícia Federal. Vários malotes com objetos recolhidos no cumprimento dos mandados de busca e apreensão chegaram à sede da superintendência da PF em Teresina.

Publicada às 8h01
A Polícia Federal deflagrou operação, na manhã desta quinta-feira (27), para desarticular quadrilha interestadual especializada em tráfico de drogas e assaltos a bancos e correspondentes bancários. Estão sendo cumpridos 13 de busca e apreensão e 9 de prisão. nas cidades de Teresina, Campo Maior, Pedro II e Petrolina (PE).

Segundo informações, trata-se do mesmo grupo preso em maio do ano passado, cujo líder era João Alves, mais conhecido como “Velho Zeza”, 69 anos. A operação denominada “Pioneiros”, foram presos 28 acusados de tráfico em Teresina, Altos e Piripiri. Segundo a justiça, a quadrilha movimentou R$ 2 milhões em 2012 e possuía mansões na capital piauiense. A droga era recebida dos Estados de Minas Gerais e Mato Grosso.

Na Operação Pioneiros também foi preso o filho de “Velho Zeza”, Edinildo Alves da Silva. Quatro meses depois, já foragido da Casa de Custódia, ele foi recapturado. Em novembro, outra operação de combate ao tráfico prendeu o neto de “Velho Zeza”, o estudante de Direito identificado como Ueslei Alves Santos, 19 anos. Ele foi indiciado por dar suporte a grupos armados responsáveis a assaltos a agências bancárias e Correios.

De acordo com a polícia, Ueslei também responde por tráfico de entorpecentes e seria “o herdeiro” dos negócios ilícitos do avô.

Dois dos presos na operação de hoje foram enviados para a sede da Polícia Federal, outros dois para o presídio de Pedrinhas (MA) e outros dois para os predídios piauienses. A Polícia ainda está em campo para cumprir o restante dos mandados.

Fonte: Cidade Verde

Tags: , , , , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE