Menu...

23 de junho de 2018

Padre Tony Batista lamenta ação dos bandidos no roubo do dinheiro da Caminhada da Fraternidade


Hospital de Olhos

As imagens das câmeras de segurança que ficam no percurso por onde passaram os assaltantes que levaram o valor adquirido pela Paróquia de Nossa Senhora de Fátima durante a XXIII Caminhada da Fraternidade, em Teresina, foram solicitadas nessa terça-feira pelo delegado Ademar Canabrava, que é titular do 12º Distrito Policial. O evento da Igreja foi realizado no último domingo (10) e o assalto aconteceu na tarde dessa terça-feira (12).

“Os funcionários saíram em torno de 12h20 e fizeram o percurso que fazem diariamente. Quando chegaram em frente ao banco, o motorista parou para a coordenadora descer com o dinheiro, mas eles foram abordados por um carro branco e um assaltante armado entrou no banco do passageiro. O bandido obrigou o motorista dirigir na contramão, seguir três ruas e depois foi liberado com a servidora”, relatou o delegado ao G1.

O motorista não teve a identidade informada. De acordo com informações, ele teria registrado um Boletim de Ocorrência no 12º Distrito Policial, onde prestou depoimento ao delegado Ademar Canabrava. Em seguida, o motorista fez ainda a reconstituição do crime.

O ocorrido foi relatado com lamentos pelo padre Tony Batista, da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima. “Na frente do banco, no Jóquei Clube, eles (os colaboradores) foram abordados por assaltantes bem armados e levaram os nosso colaboradores, mas logo liberaram. Encontramos o carro. Nós lastimamos, mas estamos tranquilos pelo dever cumprido. Estamos serenos e tranquilos porque nos colocamos nas mãos de Deus. O demônio trabalham contra os que lutam pelo bem. Isso é também, resultado da nossa indiferença.Fizemos essa caminhada tão bonita, mas não podemos achar que está tudo perdido. Não está, porque sabemos em quem depositamos nossa confiança. Vamos continuar trabalhando porque Deus é maior que o demônio”,

O delegado busca identificar os suspeitos através das imagens. “Solicitei as imagens das câmeras de segurança para começar as investigações e identificar os suspeitos. O motorista contou ter pedido calma ao assaltante e que o mesmo não agiu com violência, mas foram o tempo todo seguidos pelo carro com os demais bandidos. A ação foi rápida e ele não soube precisar quantas pessoas estariam no outro veículo”, disse Canabrava.

Tags:

Comente aqui

vulputate, Curabitur non sit eget mi, et, ut dictum lectus nunc venenatis,